LGPD

Hoje vamos falar um pouco sobre a nova lei LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que foi sancionada pela Presidência da República na data de 17/09/2020 como lei nº 13.709.

A nova lei vem com o a intenção de instituir uma maior segurança e privacidade para os dados pessoais, vamos identificar algumas funções especificadas na lei que teremos que nos familiarizar:

 

* Titular: pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de tratamento;

* Controlador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, a quem competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais;

* Operador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador;

* Encarregado: pessoa indicada pelo controlador e operador para atuar como canal de comunicação entre o controlador, os titulares dos dados e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD);

* Agentes de tratamento: o controlador e o operador;

* Tratamento: toda operação realizada com dados pessoais, como as que se referem a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração;

 

Exemplificando a relação EMED e Clínica

 

Neste exemplo, temos o cliente (titular) que terá seu acesso ligado diretamente à clínica, está na sua posição de controladora, recolhendo os dados e fazendo os devidos tratamentos (alteração / atualização, relatórios de dados etc…) do mesmo, a Emed por sua vez no papel de operadora armazena e trata (exclui do banco de dados caso solicitado, gera extrações de dados) os dados de acordo com as solicitações do controlador.

Informamos que todas as empresas terão que ter o seu encarregado de dados, e terão que ter o seu canal de atendimento direto com o cliente (titular), lembramos ainda que estão entre os direitos do titular solicitar cópia de todos os seus dados armazenados junto a  controladora e operadora, bem como a exclusão dos mesmos.

Referente a solicitação de exclusão, salientamos que conforme Lei 13.787 de 2018 o médico fica responsável por guardar no mínimo 20 anos os dados médicos do paciente, então é necessário um cuidado especial no caso das exclusões.

 

Neste caso, vamos exemplificar uma situação:

 

Cliente da clínica solicita junto ao Encarregado de dados da Clínica uma informação sobre seus dados, este encarregado deve verificar a solicitação, caso tenha acesso a todos os dados solicitados pode gerar um relatório e encaminhar ao cliente (sempre efetuando algum tipo de validação de titularidade do solicitante), caso não tenha acesso a todos os dados solicitados este deve entrar em contato pelo canal da EMED do encarregado de dados e solicitar as informações, ou seja em um fluxo normal de informações a EMED não terá contato nenhum,ou mínimo com os dados dos clientes das clínicas, somente irá efetuar esse acesso quando solicitado pela própria clínica.

 

Existem, como podemos ver, muitas informações novas que teremos que administrar e adequar nos próximos meses.

Saiba agora como a EMED está referente à conformidade com a LGPD:

 

Desde seu início, a EMED já tratava como prioridade a sua segurança de dados. Hoje temos, além da estrutura de um data center nacional, várias ferramentas de prevenção de perda de dados, contamos com politicas rígidas de segurança em nossa rede para evitar vazamentos, estamos também evoluindo e trabalhando com novas ferramentas para sempre provermos a segurança que nossos clientes precisam.

 

Caso queira conversar mais sobre a LGPD, segue nosso canal de encarregado de dados: dpo.emed@emed.com.br

WhatsApp na Saúde: benefícios e utilizações

WhatsApp na Saúde, com os benefícios e o avanço da comunicação digital, apostar nas ferramentas tecnológicas, resulta em baixo investimento e alto retorno.

Nas últimas décadas, testemunhamos o papel da tecnologia na evolução da comunicação. Você pode alcançar qualquer pessoa a qualquer hora hoje em dia, graças aos aplicativos de e-mail, SMS e chat. Com a acessibilidade sendo tão proeminente, as indústrias em todos os setores estão trabalhando arduamente para utilizar essas tecnologias da maneira mais relevante e eficaz possível.

Um dos aplicativos mais inovadores da última década é o WhatsApp. Desde a sua criação, conseguiu angariar 2 bilhões de usuários ativos em todo o mundo e se tornou um nome conhecido na comunicação, seja entre amigos e familiares ou empresas e clientes. Para as empresas, o WhatsApp é o método mais eficaz para alcançar uma base de clientes cujo número está na casa dos bilhões. Com as pessoas constantemente ativas na plataforma de mensagens, um novo mercado se abriu para empresas de todos os tamanhos. O lançamento do WhatsApp Business em 2018 apresentou aos proprietários de empresas a oportunidade de se promoverem ainda mais e operar seus negócios pelo WhatsApp.

 

Confira 8 dicas de marketing de saúde

 

O que é o WhatsApp Business?

O WhatsApp Business é uma experiência totalmente nova em comunicação empresarial. Por meio de um perfil de empresa verificado, eles podem compartilhar informações, apresentar produtos e oferecer serviços.

Em meio à pandemia de COVID-19 deste ano, várias indústrias se viram diante de um dilema: como atender melhor nossos clientes e oferecer a ajuda de que precisam? Era, e continua sendo, a questão da hora. Enquanto o mundo estava confuso e lutando para acessar fatos e informações sobre a pandemia, o WhatsApp forneceu uma plataforma para uma transação segura de dados e uma rede maior de conectividade.

 

Usando o WhatsApp Business no setor de saúde

No campo da saúde as clínicas médicas, hospitais, farmácias e outras organizações médicas podem usar o aplicativo de mensagens mais popular do mundo para atender sua base de clientes durante esse período de crise e também no futuro. Em março de 2020, a Organização Mundial de Saúde lançou o Alerta de Saúde da OMS no WhatsApp. Ao empregar o WhatsApp Business, a iniciativa permitiu que usuários em todo o mundo simplesmente enviassem “Oi” para o número designado e recebessem uma série de solicitações que lhes permitiam acessar informações e conselhos, obter respostas às suas perguntas e ajudar a divulgar – tudo em relação ao Coronavírus.

 

A tecnologia digital apresenta às clínicas médicas uma oportunidade sem precedentes de atender os clientes de maneira conveniente e fácil. Aqui estão 5 dicas de uso para o WhatsApp Business no setor de saúde.

  • Solicitação de agendamento: 

Já se foram os dias de tentar marcar uma consulta médica por telefone. Agora os pacientes podem agendar suas consultas pelo WhatsApp. Além disso, podem optar por receber confirmações, cancelamentos ou lembretes através do WhatsApp para um processo tranquilo e sempre disponível.

  • Solicitação de relatórios médicos:

A maioria das visitas ao médico exige que os pacientes vão uma segunda vez para receber determinados resultados de testes. Isso agora pode acontecer via WhatsApp, economizando tempo e esforço do paciente e do médico. Eles podem se envolver em uma conversa direta para acompanhar seu status.

  • Notificações de aprovação:

As clínicas médicas podem usar o WhatsApp para enviar mensagens ou notificações em grande escala. Isso pode ser feito para agendamento eficiente de consultas e confirmações de pacientes.

  • Complementação de consultas

Hoje, com a telemedicina ativa, o aplicativo permite a complementação de informações durante ou depois uma teleconsulta. Dessa forma, os pacientes podem enviar informações complementares sobre o seu caso ou sanar alguma dúvida que possa surgir posteriormente.

 

Fluxo de caixa positivo: 4 dicas simples

 

WhatsApp Chatbot na Saúde

Muitas pessoas com autismo, por exemplo, descobriram que falar com assistentes digitais como Siri, Cortana e Alexa é terapêutico. Inferimos duas coisas a partir dessa observação: primeiro, que o bot baseado em Inteligência Artificial (IA) interage com todos os humanos da mesma forma, substituindo as tendências humanas de generalização e estereotipagem, com polidez consistente, discurso literal e paciência. Em segundo lugar, ele nos diz que o chatbot está melhorando a vida no setor de saúde e que as portas para melhorias com a ajuda de bots foram abertas.

 

Telemedicina: ela veio para ficar?

 

Alguns dos problemas comuns que os clientes enfrentam ao lidar com marcas e organizações de saúde, como atrasos frequentes, falta de atenção personalizada e uma desconexão entre a experiência online e offline, podem ser corrigidos com a ajuda de chatbots de saúde eficazes.

 

Papel do WhatsApp Chatbot na saúde

A ideia de um chatbot para saúde existe há apenas alguns meses, no entanto, não há melhor maneira de aumentar seus serviços de saúde e satisfazer seus clientes do que combinar os benefícios dos chatbots de saúde com o alcance e o poder do aplicativo de mensagens mais popular do mundo.

O WhatsApp Business pode ajudar as clínicas médicas a acessar uma vasta comunidade de usuários de maneira econômica por meio de chatbots construídos com o objetivo de responder instantaneamente a consultas e preocupações de clientes. Consequentemente, os chatbots de saúde no WhatsApp podem permitir que as clínicas médicas aumentem seu alcance, tendo conversas automatizadas em escala com clientes em potencial a qualquer hora do dia.

Essas conversas automatizadas geralmente imitam interações individuais regulares entre seres humanos e, portanto, trazem uma sensação de personalização que é valorizada por clientes. Um chatbot WhatsApp para saúde pode ser treinado para entender melhor o comportamento do usuário por meio de algoritmos bem projetados e prática contínua, o que, por sua vez, permitirá que o chatbot ofereça uma experiência mais rica e personalizada ao cliente.

Um paciente pode facilmente abrir o aplicativo WhatsApp em seu telefone e relatar seus sintomas ao chatbot da sua clínica médica e com base nos sintomas, o bot pode direcionar o paciente ao especialista relevante.

 

Vantagens de utilizar o chatbot no WhatsApp

Agendamento de consulta: o chatbot do WhatsApp para saúde pode facilmente agendar consultas com médicos com base na disponibilidade deles.

Dicas de saúde diárias: o chatbot do WhatsApp para cuidados de saúde pode enviar facilmente dicas diárias de saúde, como exercícios, manutenção da higiene, dieta balanceada para promover uma boa saúde geral e hábitos alimentares. Isso também ajudará a aumentar o valor da sua clínica médica.

Endereçando perguntas frequentes: um chatbot médico treinado para responder a perguntas repetitivas, mas importantes, dos pacientes é fundamental para melhorar a experiência do paciente e, ao mesmo tempo, economizar muito tempo para o médico / equipe médica.

Coordenação de Equipe Interna: o chatbot também pode facilitar a vida da equipe da clínica médica ou consultório. Informações como disponibilidade ou status de equipamentos, cadeiras de rodas, cilindros de oxigênio, etc. podem ser facilmente obtidas por meio de uma simples consulta no chatbot do WhatsApp.

 

Por que sua Clínica Médica precisa investir em gestão digital

 

No futuro, espera-se que a inteligência artificial sofisticada e diálogos inteligentes sejam características comuns dos chatbots de saúde, capazes de fornecer respostas a questões diferenciadas e avançadas. Esse sistema cognitivo artificial é definido para reinventar completamente as interações entre humanos e computadores.

O espaço da saúde está repleto de cenários que precisam ser automatizados para tornar o atendimento melhor e mais eficiente das clínicas médicas. O chatbot do WhatsApp para saúde permite que seu consultório seja acessível aos seus pacientes 24 horas por dia, 7 dias por semana, tornando a sua clínica sinônimo de atendimento 24 horas por dia. A interação contínua com sua marca de acordo com sua necessidade também resulta em pacientes satisfeitos e que se sentem bem cuidados. Saúde acessível é uma questão proeminente. Usando as tecnologias mais recentes, os gestores de serviços de saúde podem levar suas operações muitos passos adiante para ajudar mais pessoas. Se você é um profissional de saúde e deseja saber mais sobre como integrar o WhatsApp ao seu negócio, entre em contato com nossa equipe de vendas e entraremos em contato com você.

 

 

Fluxo de caixa positivo: 4 dicas simples

Como criar um fluxo de caixa positivo

O fluxo de caixa é a força vital de qualquer negócio, mas o baixo fluxo de caixa ainda é uma preocupação financeira importante para as pequenas e médias empresas. Então, como fazer para promover um negócio de caixa positivo?

Para conseguir isso é necessário obter o controle de seu fluxo de caixa e estabelecer bases sólidas para seu modelo financeiro – dando-lhe estabilidade e confiança para investir dinheiro de volta na empresa e fornecer os fundos para expandir e fazer o negócio crescer.

Destacamos 4 etapas simples que o ajudarão a ser proativo em relação ao seu fluxo de caixa, com dicas e sugestões para obter um fluxo de caixa positivo em todo o ciclo de negócios.

 

  1. Gerencie suas finanças em tempo real com contabilidade online

O fluxo de caixa consiste em manter um equilíbrio positivo entre as entradas de caixa (dinheiro que entra na empresa) e as saídas de caixa (o dinheiro que sai do negócio).

Como tal, o fluxo de caixa é um processo, não um número estático. Então, para ficar no controle do fluxo de caixa, é importante que você tenha uma visão de seu caixa e capital de giro o mais atual e atualizado possível.

Gerenciar suas finanças com o software da eMed oferece alguns dos principais números financeiros de que você precisa, ajudando você a gerenciar as voltas e reviravoltas do fluxo de caixa.

 

Glosas: o que são e como evitá-las confira aqui

 

Principais funcionalidades do software da eMed:

. Gerencie suas contas pendentes – veja instantaneamente as contas que precisam ser pagas, quando devem ser pagas e os custos gerais que você deve cobrir este mês.

. Reveja suas faturas pendentes – veja quais faturas devem ser pagas durante o mês (e a receita total esperada no banco) e planeje seus gastos em torno dessa entrada de caixa projetada para o negócio.

. Compare o dinheiro recebido com o saque – aqui você tem uma visão geral útil do dinheiro que entra e sai de cada mês.

 

  1. Facilite o recebimento pontual

Mudar para um método de pagamento mais eficiente acelera os tempos de pagamento. Ao remover as barreiras e tornar o pagamento o mais simples possível, seus clientes muitas vezes podem pagar com um simples clique de um botão – e isso é uma boa notícia para o seu fluxo de caixa!

 

Para receber o pagamento mais rápido:

 

. Use o faturamento online – envie faturas eletrônicas por e-mail diretamente para o cliente, obtendo suas contas no ponto de contato certo rapidamente. Os clientes podem visualizar rapidamente a fatura on-line e passá-la para pagamento.

. Aceite pagamentos com cartão fáceis – os pagamentos com cartão fazem muito sentido. Ter um leitor de cartão da nova geração permite que o cliente pague em um segundo com um toque, obtendo o dinheiro rapidamente e melhorando o fluxo de caixa.

 

  1. Compreenda seu modelo financeiro e capital de giro

A modelagem financeira é uma maneira importante de entender o fluxo de caixa. A eficiência de seu modelo financeiro está diretamente ligada à eficácia com que você pode gerenciar seu fluxo de caixa. Portanto, quanto mais você aprofundar em seu modelo financeiro, mais controle terá sobre o caixa.

 

7 dicas de organização para a sua clínica ou consultório

 

Quando você entende os motivadores de seu negócio – áreas como custos operacionais, despesas com pessoal e vendas previstas – você aumenta sua capacidade de gerenciar sua posição de caixa com sucesso.

 

Para fazer a modelagem financeira funcionar para você:

 

. Entenda seus processos financeiros – construa um modelo claro dos principais impulsionadores de seu negócio e configure-o em uma planilha ou crie um modelo financeiro detalhado no software. Isso forma um modelo histórico e de previsão viável para o gerenciamento de fluxo de caixa.

. Refine a maneira como você usa seu capital de giro – analise suas saídas de caixa e procure áreas onde você pode fazer economias de custo significativas. Insira essas economias potenciais em seu modelo financeiro e veja imediatamente o possível impacto positivo.

. Use técnicas de modelagem financeira para planejar com antecedência – a modelagem permite que você olhe à frente em sua posição de caixa futura. Isso ajuda você a planejar quando (ou quando não) gastar dinheiro no negócio, entender os fluxos de caixa do seu negócio e obter os insights necessários para o planejamento de cenários, tomada de decisões e fornecimento de informações aos investidores.

 

  1. Trabalhe em estreita colaboração com seu contador ou consultor de negócios

O fluxo de caixa pode ficar complexo – especialmente quando se trata de fazer previsões de fluxo de caixa de três vias ou fazer projeções de caixa como parte de um processo de modelagem financeira. É por isso que há um valor real em trabalhar junto com seu contador quando se trata de gerenciamento de fluxo de caixa.

A parceria com um consultor de negócios experiente agrega valor real, trazendo a você uma visão mais detalhada e prospectiva de seu fluxo de caixa. Isso é de vital importância quando se trata de gerenciar seu dinheiro de maneira eficaz e evitar quaisquer deficiências.

 

Para melhorar sua visão geral de sua posição de caixa:

 

. Inclua KPIs de fluxo de caixa em contas de gerenciamento – rastrear e medir seu caixa deve ser fundamental para seus relatórios mensais e contas de gerenciamento. Trabalhe com seu contador para construir essas métricas e KPIs em seus números.

. Discuta a economia de custos e eficiências – chegue a um acordo sobre metas claras para reduções de custos e aumento de receita, e colabore com seu contador para fazer seu modelo financeiro funcionar em todos os cilindros.

. Obtenha o suporte de que precisa para tomar grandes decisões – ter um parceiro de confiança para falar sobre essas grandes decisões financeiras é fundamental.

. O caminho financeiro pode ser difícil, mas com um conselheiro de confiança no assento do copiloto, você pode seguir o caminho mais sensato e manter o fluxo de caixa de forma eficaz.

 

Seja proativo e mantenha seu fluxo de caixa positivo. O fluxo de caixa não é algo que vai cuidar de si mesmo – para manter o fluxo de caixa positivo requer planejamento, ação proativa e um olho atento em seus números financeiros. Quando você segue estas 4 etapas principais, muito desse trabalho duro será reduzido. Conte com a eMed para gerenciar de forma efetiva o seu fluxo de caixa.

Mãos à obra!

 

Solicite sua Demonstração AGORA!

Soluções que integram gestão de serviços, produtos e atendimento personalizado. Conheça por que somos o mais completo sistema de gerenciamento e gestão médica do Brasil!


eMed Tecnologia - Todos os Direitos Reservados | Politica de Privacidade