Segurança de Dados em Ambientes Médicos

A segurança de dados em ambientes médicos tornou-se uma preocupação central, especialmente diante do aumento das ameaças cibernéticas. Dados sensíveis, como informações de pacientes e registros médicos, estão sob constante risco de violações, o que pode ter sérias repercussões para clínicas e consultórios médicos.

 

O Relatório de Cibersegurança de 2023 da Check Point Software aponta que o setor de saúde tem sido alvo frequente dos hackers pois a probabilidade do pagamento pelo resgate dos dados sequestrados seria maior, isso porque, além dos danos que o acesso indevido, a perda ou a alteração de dados de saúdes acarretam por si só, existe a garantia de cobertura da mídia.

 

De acordo com o relatório apresentado pela empresa de cibersegurança Trend Micro, o Brasil já ocupa o 2º lugar no ranking mundial de país mais atingido por ransomware, ficando à frente dos Estados Unidos que ocupa o 3º lugar do ranking que é liderado pela Índia.

 

Ao analisarmos a importância da segurança de dados, é importante compreender os riscos associados aos vazamentos e suas consequências para a área médica. Vamos analisar mais de perto esses desafios e discutir estratégias para prevenir e eliminar esses incidentes.

 

Leia aqui: Visão 2024: Quais as Tendências na Medicina?

 

Por que a segurança de dados é vital na área médica?

 

A Segurança de Dados é vital na área médica por diversas razões. Em primeiro lugar, dados sensíveis de pacientes, como históricos médicos e informações pessoais, estão sujeitos a ataques cibernéticos cada vez mais sofisticados. Essas violações podem resultar não apenas na perda irreparável de informações confidenciais, mas também em danos significativos à reputação das instituições de saúde.

 

Além disso, a confiança do paciente é fundamental para a relação médico-paciente. Se os pacientes percebem que suas informações estão em risco, isso pode levar a uma quebra de confiança, impactando negativamente o relacionamento entre profissionais de saúde e pacientes. Em um cenário onde a privacidade é valorizada, garantir a segurança dos dados é essencial para manter a integridade e a credibilidade das práticas médicas.

 

Com o aumento das regulamentações relacionadas à privacidade, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), não apenas falhar na segurança de dados pode resultar em penalidades legais, mas também pode prejudicar a conformidade regulatória. Portanto, investir em medidas robustas de segurança de dados não é apenas uma escolha sábia, mas uma exigência imperativa para qualquer instituição de saúde comprometida com a proteção do bem-estar de seus pacientes e com a manutenção de padrões éticos elevados.

 

Consequências de vazamentos de dados na área da saúde

 

Os vazamentos de dados na área da saúde acarretam consequências sérias e abrangentes. A exposição não autorizada de informações médicas confidenciais pode resultar na perda de privacidade dos pacientes. Isso pode incluir detalhes sensíveis sobre condições de saúde, tratamentos e outros aspectos pessoais, causando danos emocionais significativos aos indivíduos afetados.

 

Além disso, a divulgação inadequada de dados médicos pode levar a práticas de extorsão ou mesmo fraudes financeiras, com criminosos explorando informações sensíveis para ganhos ilícitos. Esse tipo de crime pode prejudicar não apenas os pacientes, mas também as instituições de saúde, que podem ser responsabilizadas por não proteger adequadamente os dados sob sua custódia.

 

Leia aqui: A Importância do Software de Gestão para Clínicas e Consultórios Médicos

 

Uma pesquisa realizada pelo Ponemon Institute descobriu que mais de 20% das instituições de saúde relataram um aumento nas taxas de mortalidade de pacientes após sofrerem uma violação. Ou seja, a extensão do dano de uma violação de dados de saúde pode custar a vida de alguém.

 

Em termos de impacto reputacional, vazamentos de dados podem resultar em uma perda substancial de confiança por parte dos pacientes. A reputação de uma clínica ou instituição de saúde é construída em torno da confiança e da segurança que oferece aos seus pacientes. Um vazamento de dados pode minar essa confiança, afastando pacientes existentes e dissuadindo potenciais novos clientes.

 

Em resumo, as consequências de vazamentos de dados na área da saúde vão além da simples exposição de informações. Elas afetam a integridade emocional dos pacientes, prejudicam a confiança nas instituições de saúde, resultam em possíveis danos financeiros e legais, e destacam a necessidade premente de investimentos em medidas robustas de segurança de dados.

 

Estratégias para garantir a segurança dos dados

 

Leia aqui: Principais desafios na gestão de consultórios médicos e como superar

 

Garantir a segurança dos dados na área médica exige a implementação de estratégias abrangentes e eficazes. Aqui estão algumas das principais abordagens:

 

  1. Criptografia de dados: A criptografia é uma técnica essencial para proteger dados sensíveis. Ela envolve a codificação das informações de maneira que apenas pessoas autorizadas possam decifrá-las.

Benefícios: Garante a confidencialidade dos dados, mesmo em caso de acesso não autorizado.

 

  1. Controle de acesso rigoroso: Implementar sistemas de controle de acesso que restrinjam informações apenas a pessoal autorizado.

Benefícios: Reduz o risco de acessos não autorizados e assegura que apenas profissionais designados possam visualizar dados sensíveis.

 

  1. Atualizações e patches regulares: Manter sistemas operacionais e software atualizados com as últimas correções de segurança.

Benefícios: Minimiza vulnerabilidades conhecidas e fortalece a resistência contra ataques.

 

Leia aqui: Gestão de Estoque Eficiente em Clínicas Médicas

 

  1. Treinamento de conscientização em segurança: Educar funcionários sobre boas práticas de segurança, como identificar ameaças de phishing e proteger senhas.

Benefícios: Reforça a importância da segurança entre os colaboradores, reduzindo o risco de comportamentos inseguros.

 

  1. Backup regular de dados: Realizar backups frequentes e armazená-los de forma segura.

Benefícios: Em caso de perda de dados devido a falhas técnicas ou ataques, é possível restaurar as informações a partir dos backups.

 

  1. Monitoramento contínuo: Implementar sistemas de monitoramento que identifiquem atividades suspeitas.

Benefícios: Permite uma resposta rápida a possíveis violações de segurança, minimizando o impacto.

 

Leia aqui: Otimização do Agendamento Online para Clínicas Médicas

 

  1. Políticas de senhas fortes: Exigir senhas robustas e atualizá-las regularmente.

Benefícios: Reforça a autenticação e dificulta o acesso não autorizado.

 

  1. Auditorias de segurança regulares: Realizar auditorias periódicas para identificar e corrigir possíveis vulnerabilidades.

Benefícios: Mantém o sistema atualizado e alinhado com as melhores práticas de segurança.

 

  1. Segurança física: Proteger fisicamente os equipamentos que armazenam dados sensíveis.

Benefícios: Reduz o risco de acesso não autorizado físico aos sistemas.

 

  1. Conformidade com regulamentações: Garantir que as práticas de segurança estejam em conformidade com as leis e regulamentações vigentes.

Benefícios: Evita penalidades legais e demonstra comprometimento com a proteção de dados.

 

A implementação efetiva dessas estratégias cria uma defesa forte contra ameaças à segurança de dados na área médica.

 

Garantindo a segurança dos dados médicos com a eMed Tecnologia

 

Já que a proteção de dados é fundamental, a utilização de ferramentas tecnológicas é crucial para preservar a integridade das informações na área médica, a eMed Tecnologia oferece um sistema de gestão inovador, proporcionando benefícios significativos na manutenção da segurança dos dados sensíveis.

 

Implementação de tecnologia avançada: O sistema da eMed incorpora tecnologia de ponta para fortalecer a segurança dos dados. Ao investir em inovações tecnológicas, como protocolos de criptografia robustos e práticas de autenticação avançadas, nosso sistema proporciona um ambiente digital altamente seguro.

 

Acessos controlados e restritos: Através da eMed, os profissionais da saúde podem estabelecer controles de acesso precisos, garantindo que apenas usuários autorizados tenham permissão para visualizar e manipular informações sensíveis. Isso reduz significativamente os riscos de acesso não autorizado.

 

Monitoramento contínuo: Realizamos monitoramento constante das atividades, identificando qualquer padrão ou comportamento suspeito. Isso permite uma resposta rápida a potenciais ameaças, minimizando a probabilidade de vazamento de dados.

 

Leia aqui: Simplifique a Emissão de Notas Fiscais

 

Backup seguro e recuperação de dados: A eMed oferece uma solução completa de backup e recuperação, assegurando que, em caso de falhas técnicas ou eventos adversos, os dados possam ser restaurados integralmente. Essa funcionalidade contribui para a continuidade dos serviços, mesmo em situações desafiadoras.

 

Atualizações automáticas para manter a segurança: Nosso sistema é constantemente atualizado, incorporando as últimas melhorias e correções de segurança. Essa prática proativa garante que a plataforma esteja sempre alinhada com as mais recentes diretrizes de proteção de dados.

 

Ao optar pela eMed Tecnologia, os profissionais da saúde não apenas adquirem uma solução de gestão eficiente, mas também reforçam suas defesas contra potenciais ameaças, protegendo assim a confidencialidade e integridade dos dados de seus pacientes.

 

Com a implementação de tecnologia avançada, controle de acessos precisos, monitoramento contínuo, backup seguro e atualizações automáticas, a eMed se destaca como uma parceira estratégica na defesa contra ameaças cibernéticas. Essa abordagem integrada não apenas fortalece a segurança dos dados, mas também assegura a continuidade dos serviços de saúde, mesmo diante de desafios inesperados.

 

Ao escolher a eMed Tecnologia, os profissionais da saúde não apenas investem em uma ferramenta eficiente de gestão, mas também elevam os padrões de proteção de dados, construindo confiança entre pacientes, mantendo a conformidade regulatória e preservando a reputação da instituição médica.

 

A segurança de dados é uma jornada contínua, e a eMed está comprometida em liderar esse caminho, oferecendo não apenas um sistema, mas uma parceria sólida na defesa da integridade e confidencialidade das informações médicas. Solicite agora uma demonstração gratuita do nosso sistema e entenda como podemos ajudar o seu negócio.

 

Simplifique a Emissão de Notas Fiscais

Se você é secretária de clínica médica e/ou consultório, sabe o quanto a emissão de notas fiscais e faturas de serviços prestados pode ser um desafio. A burocracia, a demora e os erros comuns nesse processo podem comprometer a organização financeira da sua instituição.

 

Internet das Coisas

 

No entanto, com a eMed Tecnologia, você pode simplificar e agilizar essa tarefa, ganhando mais tempo para se dedicar a outras atividades importantes. Neste artigo, vamos apresentar as soluções para facilitar a emissão de notas fiscais e faturas, trazendo mais eficiência para o seu dia a dia.

 

A importância da emissão de notas fiscais e faturas precisas

 

Guia Exclusivo para Secretária Médica

 

A emissão de notas fiscais e faturas é fundamental para a gestão financeira de clínicas médicas e consultórios. Além de ser uma obrigação fiscal, esses documentos são essenciais para registrar as transações realizadas, controlar recebimentos, prestar contas e manter a organização financeira da instituição. No entanto, processos manuais ou sistemas desatualizados podem gerar retrabalho, erros e atrasos, impactando negativamente a eficiência do trabalho da secretária.

 

Simplifique com a solução integrada da eMed

 

A eMed Tecnologia oferece uma solução completa e integrada para a gestão da clínica médica, incluindo a emissão de notas fiscais e faturas de serviços prestados. Com o nosso sistema, você pode simplificar e automatizar as tarefas administrativas, garantindo mais agilidade e precisão nas suas atividades diárias.

 

Software de Gestão para Clínicas: dos indicadores ao crescimento rentável

 

Nossa plataforma conta com um módulo financeiro intuitivo e eficiente, que permite a emissão rápida e segura de notas fiscais eletrônicas e faturas. Ao inserir os dados relevantes, como serviços prestados, valores e informações do paciente, o sistema cuida de todo o trabalho pesado para você. Além disso, a integração com os demais módulos do sistema eMed evita retrabalho e garante um fluxo de informações fluido, proporcionando uma gestão financeira mais precisa e confiável.

 

Dados e fontes: a eficiência comprovada

 

Os benefícios da automatização dos processos financeiros são comprovados por estudos e pesquisas. De acordo com o Sebrae, a automatização pode reduzir em até 70% o tempo gasto com tarefas administrativas. 

 

Com a eMed Tecnologia, você terá acesso a uma solução testada e aprovada, que oferece agilidade, segurança e precisão na emissão de notas fiscais e faturas. A eficiência do nosso sistema garante a qualidade do serviço que você oferece.

 

Secretária em clínicas médicas: como gerenciar todas as demandas diárias?

 

Não deixe que a emissão de notas fiscais e faturas seja um problema para você e sua clínica. A eMed Tecnologia está aqui para simplificar a sua rotina e trazer mais eficiência para a gestão financeira do seu negócio. 

 

Aproveite esta oportunidade e solicite uma demonstração gratuita do sistema eMed. Conheça de perto todas as funcionalidades e benefícios que oferecemos. Simplifique a sua vida e transforme a gestão financeira da sua clínica com a eMed Tecnologia ou entre em contato pelo nosso WhatsApp.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas (IoT) tem se tornado uma tendência cada vez mais presente em diversos setores, incluindo o da saúde. Na gestão da clínica médica, a tecnologia pode ser uma grande aliada para aumentar a eficiência e a qualidade do atendimento, tornando os processos mais ágeis e precisos. Segundo pesquisas recentes, a IoT pode trazer inúmeros benefícios para a gestão da clínica médica, como a automação de processos, a melhoria da comunicação entre profissionais e pacientes e a coleta de dados em tempo real. Com a utilização de sensores e dispositivos conectados, é possível monitorar diversos aspectos do atendimento médico, contribuindo para uma gestão mais eficiente e uma prestação de serviços de qualidade.

 

Introdução à Internet das Coisas na gestão da clínica médica

 

Inteligência Artificial na área de saúde: como as clínicas médicas podem usar a IA?

 

Nos últimos anos, a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) tem se tornado uma tendência cada vez mais presente em diversos setores, incluindo o da saúde. Na gestão da clínica médica, a tecnologia pode ser uma grande aliada para aumentar a eficiência e a qualidade do atendimento, tornando os processos mais ágeis e precisos.

 

  1. Benefícios da Internet das Coisas na gestão da clínica médica

 

A IoT pode trazer inúmeros benefícios para a gestão da clínica médica, como a automação de processos, a melhoria da comunicação entre profissionais e pacientes e a coleta de dados em tempo real. Com a automação de processos, é possível reduzir o tempo gasto em tarefas repetitivas e burocráticas, como o agendamento de consultas e a gestão de prontuários médicos. Além disso, a IoT permite uma comunicação mais eficiente entre os profissionais da saúde, facilitando a troca de informações e a tomada de decisão.

 

Outra grande vantagem da IoT na gestão da clínica médica é a coleta de dados em tempo real. Com a utilização de sensores e dispositivos conectados, é possível monitorar diversos aspectos do atendimento médico, como a temperatura ambiente, a umidade do ar e até mesmo os sinais vitais dos pacientes. Esses dados podem ser utilizados para gerar insights e orientar as decisões dos gestores e médicos da clínica, contribuindo para uma gestão mais eficiente e uma prestação de serviços de qualidade.

 

  1. Exemplos práticos de aplicação da IoT na gestão da clínica médica

 

A aplicação da IoT na gestão da clínica médica já é uma realidade em muitos lugares. Um exemplo prático é o uso de sensores de temperatura em refrigeradores que armazenam vacinas e medicamentos. Com esses sensores, é possível monitorar a temperatura em tempo real e garantir a qualidade dos produtos, evitando desperdícios e garantindo a segurança dos pacientes.

 

Outro exemplo é o uso de dispositivos conectados para monitorar pacientes remotamente. Com a IoT, é possível monitorar os sinais vitais dos pacientes em tempo real, sem que eles precisem se deslocar até a clínica. Isso pode ser especialmente útil para pacientes que precisam de monitoramento constante, como aqueles com doenças crônicas ou em reabilitação.

 

Software de gestão: como pode ajudar na rotina de uma secretária médica?

 

Software de gestão médica como aliado da IoT na clínica médica

 

Para que a IoT possa ser utilizada de forma eficiente na gestão da clínica médica, é necessário contar com um software de gestão médica que integre todos os processos e dados. Com um sistema de gestão médica, é possível automatizar tarefas burocráticas, como o agendamento de consultas e o registro de prontuários médicos, além de gerenciar a comunicação entre os profissionais da clínica e os pacientes.

 

Além disso, um software de gestão médica pode facilitar a coleta e análise de dados gerados pela IoT, permitindo que gestores e médicos tenham acesso a informações relevantes de forma rápida e precisa. Com esses dados em mãos, é possível identificar oportunidades de melhoria e tomar decisões estratégicas para otimizar os processos da clínica e melhorar a qualidade do atendimento.

 

Como a análise de dados de saúde pode melhorar as finanças da clínica médica

 

  1. Como um software de gestão médica pode fazer a diferença na rotina e no lucro da clínica médica

 

Um software de gestão médica pode ser um grande aliado para gestores e médicos que buscam melhorar a eficiência e a qualidade do atendimento na clínica médica. Com a automação de processos, é possível reduzir o tempo gasto em tarefas burocráticas e aumentar a produtividade dos profissionais da saúde. Além disso, com a integração de dados gerados pela IoT, é possível ter acesso a informações relevantes em tempo real, facilitando a tomada de decisão e permitindo que a clínica se adapte rapidamente às mudanças do mercado.

 

Outra vantagem de um software de gestão médica é a redução de erros e retrabalho. Com a automatização de processos e a integração de dados, é possível evitar erros de registro e comunicação, o que pode resultar em retrabalho e prejuízos para a clínica. Com um sistema de gestão médica, é possível garantir a qualidade dos serviços prestados e a satisfação dos pacientes.

 

Além disso, um software de gestão médica pode contribuir para o aumento do lucro da clínica médica. Com a automatização de processos e a redução de erros, é possível aumentar a produtividade dos profissionais da saúde e reduzir os custos operacionais. Isso pode resultar em uma melhoria do desempenho financeiro da clínica e em um aumento da lucratividade.

 

A Internet das Coisas pode ser uma grande aliada para gestores e médicos que buscam melhorar a eficiência e a qualidade do atendimento na clínica médica. Com a utilização de dispositivos conectados e sensores, é possível coletar dados em tempo real e otimizar os processos da clínica. No entanto, para que a IoT possa ser utilizada de forma eficiente, é necessário contar com um software de gestão médica que integre todos os processos e dados. Com um sistema de gestão médica, é possível automatizar tarefas burocráticas, gerenciar a comunicação entre profissionais da saúde e pacientes e ter acesso a informações relevantes em tempo real. Isso pode contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento, a redução de erros e retrabalho e o aumento da lucratividade da clínica médica.

 

Solicite uma demonstração gratuita do nosso sistema e eleve o nível do seu negócio.

Software de gestão: como pode ajudar na rotina de uma secretária médica?

O dia a dia de uma gestão de uma clínica é repleto de atividades que demandam atenção e um bom gerenciamento de rotina para não causar prejuízos no sistema organizacional da empresa.

Essas atividades envolvem diversas áreas de uma clínica médica, tais como o setor financeiro, o administrativo, os recursos humanos, a administração de estoque, o atendimento ao público e a gestão de prontuários médicos.

Para entender mais como otimizar tais rotinas, no post de hoje vamos entender o que é um software de gestão médica e como ele pode beneficiar o trabalho da secretária médica.


O que é um software de gestão médica?


Conforme orienta o Guia do Empreendedor, um software de gestão é um sistema instalado em dispositivos eletrônicos (como tablets e notebooks) que tem a finalidade de administrar as atividades em geral de uma determinada empresa.

Existem diversos softwares disponíveis no mercado para os mais diferentes segmentos como, por exemplo, o software de gestão médica, sendo específico para clínicas ou consultórios médicos.

Esse software, também conhecido como sistema, é um programa de alta tecnologia que facilita e agiliza todos os processos operacionais da clínica ou consultório médico.

Dessa forma, as principais vantagens de um sistema de gestão médica são:
Segurança para os colaboradores;
Processos realizados com mais eficiência;
Maior produtividade;
Maior agilidade;
Maior satisfação interna;
E a experiência dos pacientes também é melhorada, já que o atendimento, desde a recepção até a consulta, é completamente otimizado, economizando tempo e burocracias.


Qual a importância de um software de gestão médica?

A tecnologia está presente em todos os setores como uma forte aliada. E isso não seria diferente para o ambiente médico.

Assim, um bom software de gestão médica é fundamental para garantir eficiência e qualidade nos atendimentos aos pacientes, de acordo com o portal Futuro da Saúde.

Esse sistema permite a organização de informações clínicas, agendamentos on-line, pagamentos e outras atividades relacionadas a gestão de um consultório ou clínica médica. Além disso, a utilização desse software de gestão médica contribui para a melhoria do fluxo de trabalho, a redução de erros e a otimização de processos.

Também torna possível acessar informações importantes, como histórico clínico, exames e resultados de testes, de forma rápida e segura. Assim, esse sistema de gestão permite aos profissionais da empresa tomarem decisões mais assertivas e eficientes, oferecendo atendimento personalizado e humanizado aos seus pacientes.

De forma objetiva, um software de gestão médica é uma ferramenta crucial para garantir eficiência, confiança, credibilidade e segurança em todas as etapas do atendimento e da rotina médica. Por isso, é importante escolher um software que atenda às necessidades particulares da clínica médica.

Como o software de gestão médica beneficia a secretária médica?

O sistema de gestão médica não necessariamente substitui a secretária médica, mas sim complementa e auxilia o seu trabalho, tornando-o ainda mais assertivo e eficiente.

Ele é projetado para automatizar e facilitar as suas tarefas rotineiras, tais como:
Agendamento de consultas;
Emissão de recibos;
Gerenciamento de pagamentos e estoque;
Armazenamento de informações clínicas;
Mais agilidade com as informações, podendo oferecer mais atenção aos pacientes;
Acompanhamentos de dados;
Gestão de equipes;
Compras de materiais e, até mesmo, pagamentos de contas.

Dessa forma, a secretária médica é liberada de tarefas repetitivas e muito operacionais e ganha a possibilidade de exercer um cargo mais estratégico com foco no desempenho da clínica ou consultório médico.

Outra característica importante desse sistema para a secretária médica é a segurança e otimização dos prontuários eletrônicos. De acordo com Ministério da Saúde, esses prontuários são as informações dos pacientes mantidas de forma eletrônica.

Com um bom software de gestão médica é possível que a secretária assegure os dados dos pacientes com muita proteção, respeitando os requisitos da Lei Geral de Proteção de Dados.

Portanto, o software de gestão médica é extremamente eficiente para a produtividade e segurança no dia a dia de uma secretária médica, potencializando positivamente a rotina da clínica médica.


O melhor software de gestão médica para secretárias médicas

A secretária médica aliada com um sistema de gestão eficiente é a chave de sucesso para o ambiente clínico.

A eMed é uma empresa qualificada em gestão médica com sistema inteligente, seguros e completos, fornecendo produtividade, organização, agilidade e mobilidade para a sua clínica. Trabalhamos com alta tecnologia no sistema de gestão médica.

Conheça as vantagens de um software de gestão médica especializado e personalizado para a sua clínica ou para o seu consultório. Fale agora mesmo com o nosso time especializado e eleve o nível do seu negócio.

Como a análise de dados de saúde pode melhorar as finanças da clínica médica

Os custos descontrolados atormentam o sistema de saúde há décadas, e os gestores estão sempre procurando maneiras de aumentar a eficiência sem comprometer o atendimento. O acompanhamento dos KPI’s de desempenho mais inteligentes pode ajudar.

 

Quando se trata de aumentar a eficiência, a saúde é um setor particularmente complicado. Existem limitações naturais na reengenharia das organizações de saúde porque vidas estão em jogo, não apenas lucros. No entanto, os gestores estão sob imensa pressão para otimizar a produtividade, especialmente desde a pandemia do COVID-19. Porém, com a análise de dados de saúde é possível melhorar as finanças da clínica médica.

 

O que são os KPIs na saúde?

 

KPI significa ‘indicador chave de desempenho’ e é um valor mensurável que determina a eficácia de uma organização em atingir seus principais objetivos de negócios para obter lucro e desenvolvimento sustentável. Qualquer grupo pode usar KPIs em diferentes níveis para avaliar seu sucesso em atingir suas metas.

 

O software de relatório de KPI ou software de rastreamento de KPI é utilizado por organizações exigentes para uma maneira mais fácil de medir o desempenho geral e processos específicos. Até mesmo as práticas médicas e de saúde podem contar com essa ferramenta para rastrear e relatar facilmente as métricas e obter insights acionáveis ​​e gerar relatórios oportunos e confiáveis ​​para ajudar as partes interessadas a tomar decisões críticas.

 

Mas o que faz um bom software de relatório de KPI? Vai depender das necessidades específicas de sua prática médica ou sua organização. Reserve um tempo para identificar seus requisitos exclusivos para gerenciamento de dados e como eles podem ser compartilhados com outras partes interessadas em sua organização quando necessário.

 

Como usar a análise de dados de saúde para impulsionar a estratégia

 

Os KPIs são diferentes de outras métricas de negócios, pois são projetados especificamente para impulsionar a estratégia, fornecendo metas de desempenho, marcos e insights de tomada de decisão. Por exemplo, o volume de vendas é uma métrica comum, mas por si só representa apenas um resultado. Por outro lado, os KPIs destinados a ajudar a aumentar o volume de vendas podem incluir medidas como o número de novos leads de entrada e o tempo de resposta do vendedor.

 

Dada a pressão financeira implacável no setor de saúde, os KPIs são essenciais e podem ajudar os gestores a aumentar o valor de seus serviços, reduzir custos, simplificar operações, otimizar a alocação de recursos e oferecer atendimento de alta qualidade.

 

Encontrando os KPIs certos

 

A chave é escolher os KPIs mais produtivos e projetar uma estrutura que alinhe as partes interessadas, como chefes de cirurgia e executivos financeiros, em toda a organização. Usamos duas grandes categorias para organizar os dados de uma clínica médica: operacional e financeiro.

 

KPIs operacionais

 

Essas métricas visam melhorar o uso de recursos e os resultados dos pacientes e podem incluir várias medidas, como os exemplos a seguir que ajudamos a desenvolver para um de nossos clientes, uma clínica inovadora de transtorno por uso de opióides:

 

  • Utilização do provedor, ou seja, quanto do tempo de cada profissional de saúde (em número de horas ou porcentagem) é gasto em serviços faturáveis ​​com os pacientes
  • Não comparecimento do paciente
  • Encontros únicos com pacientes
  • Rotatividade de pacientes (admissões e altas)
  • Pacientes únicos vistos
  • Serviços por paciente, por visita

 

As manchetes das notícias tendem a se concentrar em procedimentos médicos e preços de medicamentos quando se trata de custos de saúde, mas a mão de obra geralmente é o maior fator que impulsiona o crescimento dos gastos. É por isso que os gestores que desejam reduzir custos fariam bem em se concentrar no melhor uso de sua força de trabalho – por exemplo, coletando dados para que os administradores possam otimizar os fluxos de pacientes e reduzir os tempos de espera, implantando aplicativos de computador e móveis para ajudar os médicos a gerenciar tarefas administrativas e aumentar o tempo gasto com os pacientes e enviando lembretes automatizados de compromissos aos pacientes para reduzir as não comparências e economizar tempo da equipe.

 

KPIs financeiros

 

A outra categoria de KPIs é financeira, e muitos deles são semelhantes às métricas usadas por outros setores, como fluxo de caixa operacional ou margem de lucro líquido. No entanto, alguns KPIs relacionados a finanças são exclusivos da área de saúde, como o custo do medicamento do paciente e toda a subcategoria com foco no relacionamento com os pagadores, mais comumente os planos de saúde. 

 

Definir metas para melhorar os KPIs operacionais pode se traduzir em melhores resultados operacionais e de atendimento, enquanto fazer o mesmo para os indicadores financeiros reforça diretamente o resultado final. O objetivo geral da seleção de KPIs é descobrir quais metas têm o maior impacto, mantendo a equipe e a gestão alinhadas às metas compartilhadas. Também é crucial ajustar os KPIs ao longo do tempo, revisando-os à medida que as condições mudam. Antes que os gestores cheguem a esse ponto, eles precisam ter um painel eficaz para visualizar e interpretar essas métricas.

 

Segmentando as informações

 

A implantação de uma estratégia de KPI bem-sucedida requer a determinação das métricas e recursos mais úteis para cada painel para que as pessoas que interagem com eles possam fazê-lo de forma produtiva. Diferentes partes interessadas precisam de pontos de dados diferentes e terão KPIs diferentes, por isso é importante segmentar dados para o público certo. Por exemplo, talvez você queira projetar um painel operacional para médicos e equipe médica enquanto move os KPIs financeiros para um painel diferente para administradores e executivos.

 

A alfabetização de dados provavelmente varia muito em uma organização, por isso é importante apresentar informações e fornecer orientação, opções de visualização e filtros de uma maneira que não sobrecarregue as pessoas. O objetivo é maximizar o retorno do investimento, desenvolvendo um processo estável e repetível. Mas também é necessário maximizar a automação e minimizar a necessidade de interação humana com a aquisição e atualização de dados.

 

O que fazer e o que não fazer de outros KPIs de saúde ?

 

Em um ambiente de saúde, os resultados positivos do paciente devem substituir a lucratividade – portanto, o fato de os KPIs dependerem tanto de dados para ajudar a produzir eficiências pode levantar preocupações sobre possíveis conflitos. Com isso em mente, um indicador que indicamos evitar é vincular a compensação de incentivo da equipe ao volume de serviços prestados aos pacientes, pois isso poderia incentivar interações mais curtas e relações precárias entre profissional e paciente.

 

Levar em consideração vários KPIs também é crucial para entender e relacionar uma narrativa completa. Observar apenas uma métrica geralmente fornece uma imagem imprecisa. Cada organização é diferente e não há uma resposta única para traçar o caminho a seguir para o setor de saúde. Usada corretamente, a análise de dados de saúde oferece enormes oportunidades para melhorar os resultados e a qualidade do atendimento, à medida que a equipe e a liderança trabalham em direção a objetivos comuns.

 

Entendendo o básico

 

O que significa KPI na área da saúde?

 

KPI significa indicador chave de desempenho e é uma métrica baseada em dados que define uma referência para uma organização de saúde. Ele fornece uma meta de desempenho, marcos para avaliar o progresso e insights para melhorar a tomada de decisões. Os exemplos incluem a utilização do provedor, não comparecimento de pacientes e encontros exclusivos com pacientes.

 

Qual a importância da análise de dados na área da saúde?

A análise de dados permite que os provedores de assistência médica rastreiam informações cruciais, para que possam identificar áreas a serem aprimoradas e, em seguida, criar e implementar planos para fornecer serviços com mais eficiência. Isso resulta em maior produtividade, o que gera mais e melhores cuidados que salvam vidas, ao mesmo tempo em que gera maiores lucros.

 

Como funciona um painel de dados?

 

Um painel fornece uma exibição digital de todos os KPIs que estão sendo rastreados. De relance, ele permite que os usuários vejam pontos de dados específicos e tendências ao longo do tempo. Um painel é criado usando uma plataforma de “business intelligence” e pode ser usado para extrair informações de um banco de dados.

5 razões para ter um Software de Gestão

Sabe como ter comodidade, agilidade, praticidade? Com um software de gestão médica. Você pode se surpreender em como todos os benefícios estão garantidos em um sistema para clínicas médicas. Mais do que isso, essa ferramenta pode simplificar a rotina de atendimento e tornar a clínica moderna e digital.

 

Tudo isso é possível por causa da tecnologia. É ela quem dita as regras em muitos setores e na medicina não é diferente. Ao analisarmos os setores de necessidade básica da sociedade, a saúde é um dos aspectos mais críticos, e muitos prestadores de serviços de saúde enfrentam desafios para oferecer serviços práticos e ativos aos pacientes, porque resistem ao uso dos softwares de gerenciamento médico.

 

Hoje, não há mais espaço no mercado para profissionais que ainda insistem em manter registros de pacientes em papel e agendar consultas com horários duplicados, por conta das diversas ineficiências administrativas e funcionais. A tecnologia de software de gerenciamento de clínicas médicas transformou a forma como a indústria da saúde trabalha.

 

Além disso, automatizar os processos da sua clínica médica e implementá-los pode ser feito com muita facilidade. Você precisa apenas de um sistema de gestão eficiente para gerenciar tudo de um único lugar, do prontuário ao financeiro. Confira agora, 5 benefícios de ter um sistema de gestão eficiente.

 

Sua clínica é uma empresa digital?

 

Benefícios de usar um Software de Gestão para Clínicas

 

  1. Todas as informações em um mesmo lugar

 

Uma das vantagens em usar um software de gerenciamento de clínicas é que ele elimina o uso de papel para os registros dos pacientes. Os prontuários ou exames, além de serem difíceis de armazenar e manter, estão mais propensos aos erros, perdas e desgaste do tempo. O software de gerenciamento deve incluir o módulo prontuário eletrônico que mantém todos os documentos e informações necessárias em seu sistema, além de outras funções básicas e primordiais:

 

Algumas funcionalidades de um sistema de gerenciamento de clínica eficaz:

 

  • Prescrição digital;
  • Prontuário eletrônico;
  • Agenda inteligente;
  • Controle administrativo;
  • Teleconsulta.

 

  1. Com um software de gestão você Reduz os Erros 

 

O sistema de gerenciamento ajudará na redução de diferentes tipos de erros cometidos por meio de intervenções, como: falta de faturamento, falha operacional, erros clínicos, vazamentos de custos, falta de consultas e muito mais.

 

Todos os processos no sistema de gestão clínica são automatizados e há muitas tarefas que o software não precisa da intervenção humana, o que reduz significativamente o erro. O gerenciamento automatizado de processos economiza tempo para a equipe médica se concentrar em tarefas mais importantes.

 

O sistema de gestão clínica melhora a eficiência geral da organização automatizando todo o sistema. Com isso, a experiência do paciente melhora e a possibilidade de indicação aumenta exponencialmente, porque as pessoas valorizam todo o processo do atendimento médico, e não apenas o momento da consulta com o especialista.

 

  1. Satisfação do paciente

 

O software de gerenciamento médico envia lembretes automáticos de consultas aos pacientes por mensagem de texto ou pode ativar lembretes para que a equipe de secretárias efetuem os telefonemas para evitar a perda de consultas. E também, os pacientes não precisam se preocupar em manter as prescrições, porque tudo está armazenado no consultório do médico.

 

O novo paciente da era digital

 

Outro importante ponto, no quesito satisfação do cliente, é a redução  do tempo de espera dos pacientes na clínica. Com o sistema de gestão médica é possível definir os horários, se algum paciente precisa de atendimento especial, e isso faz com que o tempo de consulta deva ser aumentado ou reduzido, evitando assim os atrasos.

 

A eficiência aprimorada do trabalho e o acesso aprimorado aos dados do paciente significam decisões clínicas mais rápidas e melhores. Todos os departamentos da clínica estão interligados e integrados com o software de gestão médica, o que aumenta a qualidade do atendimento ao paciente e a rotatividade no consultório.

 

  1. O software de gestão possibilita a Integração da equipe

 

O software de gestão para clínicas economiza tempo ao escrever prescrições, calcular e registrar as contas, arquivar e procurar prontuários e/ou exames de pacientes, além de manter as agendas de consultas atualizadas. Sendo assim, os médicos podem prestar mais atenção aos seus pacientes e prestar-lhes um serviço mais rápido e melhor.

 

Com uma clínica integrada é possível que médicos de vários departamentos se coordenem para avaliar melhor a condição de um paciente. Além disso, o sistema baseado em nuvem, como o da eMed facilita cada vez mais a colaboração.

 

O software de gestão médica arquiva todos os registros de um paciente dentro do sistema. Assim, é possível encontrar detalhes como diagnósticos anteriores, cirurgias, problemas crônicos, resultados de testes, imunizações e muito mais. Quando necessário, a equipe médica pode verificar todo o histórico do paciente com apenas um clique de um botão.

 

Perfil da Empresa: Guia Para Médicos

 

  1. Obtenha mais segurança dos Dados da Clínica e Pacientes, com um software de gestão

 

Com a ajuda do software de gerenciamento da clínica, pode-se registrar, atualizar e arquivar facilmente dados importantes do paciente no sistema para acessar a qualquer momento. Se o seu software de gestão clínica é baseado em nuvem, onde tudo fica interligado, não há chances de ocorrer violações, pois possui alta segurança de dados.

 

É vital para qualquer profissional de saúde poder rastrear, armazenar e acessar os registros médicos do paciente com facilidade. Se você tiver um sistema de gestão médica em sua clínica, poderá acessar facilmente os dados operacionais, clínicos e financeiros do seu negócio.

 

O sistema de gestão clínica é a necessidade do momento. Vários países ao redor do mundo automatizaram sua indústria médica com esta solução. Quando você decide implantar um software de gestão médica, você está elevando o nível do seu negócio, mas para que você tenha um custo-benefício bom, precisa selecionar uma empresa que ofereça o que você precisa, que tenha as funcionalidades ideais para a sua clínica.

 

A eMed está no mercado há mais de 20 anos, proporcionando a solução ideal para a gestão médica do Brasil. Se você deseja ter um sistema eficaz e inteligente, entre em contato conosco e solicite a sua demonstração do nosso software de gestão médica.

5 passos para migrar o seu financeiro para o digital

Para as clínicas médicas que finalmente estão abandonando seu sistema de planilhas desordenado para um software de gestão de qualidade, preparar-se para a grande mudança pode parecer uma tarefa assustadora. Por isso, hoje vamos trazer os 5 passos para migrar o seu financeiro para o digital.

 

Mover seus relatórios, folha de pagamento, contas a receber, contas a pagar e milhares de dados financeiros diferentes do analógico para o digital — sem perder nenhuma informação — é uma tarefa desafiadora. Felizmente, as empresas que dedicam tempo para se preparar adequadamente são mais bem-sucedidas e sofrem muito menos estresse do que aquelas que tentam migrar sem um plano sólido.

 

O que é Gerenciamento de Dados de Saúde?

 

Com isso em mente, aqui estão cinco maneiras principais de se preparar para uma migração bem-sucedida para o software de contabilidade financeira.

 

  1. Limpe seus dados: não traga dados confusos para um sistema limpo e agradável; se fizer isso, você corre o risco de cometer os mesmos tipos de erros que seu sistema de planilhas cometeu. Em vez disso, invista seu tempo para remover palavras com erros ortográficos, prefixos indesejados e outros erros bobos que são fáceis de corrigir, mas levam muito tempo e atenção para detectar. Use “localizar e substituir” para pesquisar entradas duplas. Elimine linhas em branco. Lembre-se, é importante fazer backup de seus dados antes de tentar “consertar” qualquer coisa; você nunca pode ser muito cuidadoso. Se suas informações estiverem particularmente confusas, pode ser uma boa ideia contratar alguém para arrumá-las para você.

 

  1. Organize seu sistema de planilhas atual: avalie seus fluxos de trabalho e processos internos atuais e determine se eles estão em ordem ou mesmo necessários. É uma boa ideia importar apenas os dados que você realmente precisa para o seu novo sistema. Dados antigos, como informações de clientes anteriores, podem não ser necessários para importar para seu novo sistema.

 

Planejamento Tributário para Clínica Médica

 

  1. Melhore seus processos financeiros existentes: Sempre que você colocar suas informações em um sistema de gestão médica, a melhor coisa que você pode fazer é realizar uma melhoria de processo. Se você fez algo simplesmente porque é assim que sempre fez e não porque é a melhor maneira de fazê-lo, é hora de repensar a melhor forma de mudar o processo. Considere o fluxo de trabalho, armazenamento de informações, permissões e procedimentos de backup como locais para avaliar e melhorar. Onde você guarda os recibos? Quais são os requisitos do seu processo de aprovação? Agora é a hora de resolver os bugs em todo o processo de gestão financeira.

 

  1. Certifique-se de que o momento do movimento seja perfeito: do ponto de vista interno do negócio, o momento é tudo. Mesmo nas melhores circunstâncias, um esforço de migração será disruptivo. Sempre escolha um horário que seja propício para os negócios, onde os recursos internos e os processos de negócios possam estar mais prontamente disponíveis.

 

10 aplicativos para médicos

 

  1. Escolha a eMed: muitas empresas oferecem um software de gestão médica, mas poucas tem a tradição, qualidade e um produto completo para oferecer para você, cliente. No nosso software você encontrará todas as funcionalidades para o controle administrativo, faturamento TISS, nota fiscal eletrônica e suporte online, além de diversos módulos complementares. 

 

Aqui está o resultado final: a melhor maneira de fazer uma migração bem-sucedida é encontrar um fornecedor de software que facilite a transição ao máximo. Nós da eMed trabalharemos com você para tornar esses processos dolorosos um mais fáceis para todos os envolvidos. Embora nenhuma migração seja fácil, não precisa ser uma tarefa assustadora que todos em suas organizações temem.

 

Entre em contato com nossos consultores pelo whats (51) 3227-3594.

Planejamento Tributário para Clínica Médica

O planejamento tributário é fundamental para uma boa gestão financeira de qualquer negócio empresarial e não poderia ser diferente no caso de clínicas médicas e profissionais da área da saúde. Como os custos tributários ocupam destacada posição nas contas a pagar de toda empresa, quem não quer reduzir esses e pagar menos impostos em sua clínica médica?

 

O tema central é fazer você entender, como o planejamento tributário para clínicas médicas pode reduzir seus pagamentos de impostos e, melhor ainda, de forma segura sem riscos futuros.

 

Tendências do Mercado Digital na Saúde em 2022

 

Apesar da busca na redução da carga tributária, uma boa gestão da clínica médica também pode colocar dinheiro no caixa. A gestão tributária consiste em uma série de ações que uma empresa deve desempenhar na hora de organizar e planejar o recolhimento de tributos, mas com objetivos estratégicos para a organização. Confira a seguir:

 

Como funciona o Planejamento Tributário

 

O planejamento tributário é simplesmente uma forma de reduzir os impostos de forma legal para clínicas médicas e consultórios. Para fazer esse planejamento, precisamos de todas as informações da empresa tais como:

 

1 – Faturamento mensal

2 – Relação de despesas operacionais (incluindo trabalhista) e principalmente entender da atividade da clínica e seus respectivos códigos de serviços

3 – A estrutura societária também precisa fazer parte do planejamento 

 

O regime tributário mais adequado para a sua clínica

 

O regime tributário é o conjunto de leis que definirão quais tributos sua clínica pagará ao governo. Ou seja, a escolha certa previne problemas e evita que a empresa pague mais do que precisa aos cofres públicos. Consequentemente faz a empresa economizar, revertendo o orçamento para outras áreas da clínica. Entenda quais as opções disponíveis.

 

10 aplicativos para médicos

 

  • EIRELI Pessoa Física

 

A sigla EIRELI significa Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Este tipo de regime é uma categoria empresarial com apenas uma pessoa com responsabilidade limitada sobre o empreendimento. Com a EIRELI, é possível separar patrimônio empresarial do privado. Dessa forma, é possível que o empreendedor responda limitadamente ao capital social. 

 

A categoria requer um capital mínimo de 100 vezes o valor do salário mínimo no momento em que a empresa for registrada e o faturamento anual estipulado deve ser de até 4,8 milhões.

 

  • Simples Nacional Pessoa Jurídica

 

A categoria do Simples Nacional é indicado para microempresas e empresas de pequeno porte com receita bruta de até R$ 3,6 milhões anuais. O regime oferece alíquotas menores e simplicidade da agenda tributária, facilitando o controle. 

 

  • Lucro Real Pessoa Jurídica

 

Gerenciamento centralizado de dados clínicos

 

O Lucro Real é o regime tributário mais amplo, podendo ser utilizado por qualquer pessoa jurídica com faturamento superior a R$ 78 milhões. Neste caso, o cálculo de impostos de acordo com o lucro real é feito com base no lucro contábil, formado pelo lucro líquido menos as adições, exclusões e compensações fiscais.

 

Ou seja, em caso de prejuízo, não há imposto de renda a ser pago. A adesão a este regime também impõe à empresa uma série de obrigações como, fazer inventário e o Demonstrativo de resultado do Exercício (DRE), além de outros documentos que declaram o lucro apurado exigido pela Receita Federal.

 

  • Lucro Presumido Pessoa Jurídica

 

Com o regime tributário Lucro Presumido, a tributação é calculada tendo como referência o lucro verdadeiro da empresa, mas que varia conforme a atividade desenvolvida, variando entre 1,6% e 32% da receita. No entanto, o faturamento anual deve ser igual ou inferior a R$ 78 milhões.

 

Esta categoria é indicada para empresas cuja margem de lucro é maior do que a presunção, assim como para aquelas que têm poucos custos operacionais e com folha de pagamento. 

 

É fundamental que antes de escolher pelo Lucro Presumido, a empresa avalie sua lucratividade, pois, se o percentual for superior ao do Lucro Real, esta pode não ser a melhor categoria para se enquadrar.

 

O Impacto da Transformação Digital na Saúde

 

Conheça a Tributação da área da saúde

 

Certamente, é muito importante que o prestador de serviço que pretende registrar seu consultório médico converse com um contador para entender como funciona a tributação para a área médica. Juntos podem avaliar e definir se a melhor opção de tributação é por pessoa física ou pessoa jurídica. 

 

Se optar pela segunda, também deve definir qual será a modalidade escolhida.

 


Conheça quais são os principais tributos obrigatórios para a área médica:

 

  • ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza): veio para substituir o antigo ISSQN. Trata-se de um imposto de competência dos municípios e Distrito Federal que incide sobre a prestação de serviços. O tributo é pago pelas empresas prestadoras de serviços e profissionais autônomos.

 

  • IRPJ — Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica: trata-se do imposto cobrado e específico para empresas com cadastros jurídicos. Esta é uma das principais fontes de arrecadação do governo federal. Todas as empresas devem declarar esse imposto, incluindo as individuais e não formais.

 

  • IRPF — Imposto de Renda sobre Pessoa Física: este imposto pode substituir o IRPJ, dependendo do regime tributário que o dono da clínica escolher. Em síntese, trata-se do imposto cobrado de pessoa física. 

 

  • CLSS — Contribuição Social sobre o Lucro Líquido para as clínicas registradas por Pessoa Jurídica: é um tributo federal que incide sobre todas as Pessoas Jurídicas (PJ) domiciliadas no Brasil. Seu objetivo é o de apoiar financeiramente a Seguridade Social.

 

  • COFINS — Contribuição para Financiamento da Seguridade Social: é um tributo federal que incide sobre a receita bruta das empresas e pessoas jurídicas. Também tem como objetivo financiar o sistema de seguridade social brasileiro.

 

  • PIS — Programa de Integração Social: o PIS é uma contribuição social recolhida pelas empresas do setor privado que são transformadas em benefícios para os trabalhadores.

 

  • INSS — Instituto Nacional do Seguro Social: este é o imposto responsável pelos pagamentos dos aposentados e demais benefícios da Previdência Social.

 

Pesquisa de satisfação do paciente

 

Podemos perceber que existem vários fatores quando falamos de planejamento tributário para consultórios e clínicas médicas. Porém, quando você investe em um sistema de gestão que permite centralizar todas as informações, tudo fica mais claro e fácil de administrar.

 

Para que você possa focar no que realmente importa – seu paciente – entre em contato e solicite uma demonstração do melhor software de gestão médica do país. Entre em contato com o time de especialistas da eMed.

10 aplicativos para médicos

Os funcionários da área de saúde estão sempre em busca de conhecimento. Desde a verificação dos pacientes até a consulta com outros funcionários, os profissionais de saúde nem sempre estão no consultório. E Ficar longe do computador de mesa pode dificultar o acesso dos médicos aos bancos de dados médicos e às referências de que precisam.

 

É aí que entram os aplicativos médicos. Os aplicativos médicos permitem que os profissionais de saúde obtenham os dados necessários para ajudar os pacientes, não importa onde eles estejam. Vamos dar uma olhada em 10 aplicativos médicos populares para profissionais de saúde e ver como você pode usá-los em sua prática.

 

  1. Medscape

Medscape é um aplicativo popular de notícias médicas. O aplicativo reúne os mais recentes artigos de pesquisa médica em uma plataforma única e fácil de navegar para médicos e estudantes de medicina.

 

Gerenciamento centralizado de dados clínicos

 

Embora o Medscape seja conhecido como uma fonte de notícias médicas, ele também se ramifica em áreas como calculadoras médicas, informações de segurança de prescrição, atividades de CME / CE e até mesmo uma rede de outros médicos.

 

Este aplicativo funciona em dispositivos Android e Apple. Depois de criar sua conta gratuita, você pode acessar instantaneamente a pesquisa de que precisa para se manter atualizado em sua área.

 

  1. VisualDx

VisualDx é um aplicativo de referência médica baseado em imagens que contém um vasto banco com diferentes doenças e condições.

 

Os médicos podem comparar facilmente a apresentação de seus pacientes com várias doenças. O recurso de pesquisa do VisualDx permite que os médicos insiram os sintomas de seus pacientes e descubram possíveis diagnósticos junto com imagens de referência.

 

O aplicativo requer uma assinatura para ser usado. Funciona em Android e iOS e está disponível em vários idiomas.

 

  1. Skyscape Medical Library

A Skyscape Medical Library oferece informações médicas relevantes para médicos, enfermeiras e outros profissionais de saúde. A biblioteca do aplicativo possui vários livros de saúde e fornece informações sobre medicamentos. Ele também inclui uma calculadora clínica.

 

O Impacto da Transformação Digital na Saúde

 

O aplicativo é gratuito, mas requer assinatura para alguns recursos. É compatível com iOS e Android.

 

  1. Epocrates

Epocrates é um aplicativo de referência médica especializado em informações sobre medicamentos. Ele oferece informações de prescrição e segurança, como as diferenças entre as doses para adultos e crianças, possíveis reações adversas e advertências. 

 

Epócrates funciona em Android e iOS. Você pode obter uma versão gratuita ou adquirir um plano de assinatura.

 

  1. PEPID

PEPID é uma referência médica que pode ser personalizada para médicos, enfermeiras e paramédicos.

 

As informações são projetadas para serem absorvidas rapidamente e usadas em campo, com listas com marcadores específicos do setor que fornecem o que você precisa saber. PEPID possui um banco de dados de medicamentos médicos, juntamente com calculadoras médicas e ilustrações.

 

Pesquisa de satisfação do paciente

 

O aplicativo pode ser usado em Android e iOS, bem como em Windows e BlackBerry.

 

  1. Lexicomp

Lexicomp, um aplicativo de referência de medicamentos, oferece acesso a mais de 20 bancos de dados médicos. O aplicativo tem informações abrangentes sobre medicamentos, como banco de dados de farmacogenômica, compatibilidade IV, escassez atual de medicamentos e conteúdo educacional para pacientes. Além disso, todas as informações são armazenadas em seu dispositivo, para que você possa usá-las mesmo quando não tiver acesso à Internet.

 

O aplicativo de referência é compatível com Android e iOS. Embora exija uma assinatura para uso, o aplicativo oferece uma avaliação gratuita de um mês.

 

  1. DynaMed

DynaMed é um aplicativo de referência médica que imita o mecanismo de pesquisa do Google, o que o torna fácil de usar. O conteúdo médico é revisado por outros médicos. O aplicativo sincroniza com sua área de trabalho, permitindo que você trabalhe de qualquer local.

 

DynaMed funciona em Android e iOS, mas requer um plano de assinatura para acessar.

 

  1. UpToDate

UpToDate é um recurso que os médicos podem usar para tomar melhores decisões clínicas. Esta referência médica permite que você baixe conteúdos relevantes de medicamentos e compartilhe-os com colegas.

 

Coworking médico: conheça 4 benefícios

 

O UpToDate é compatível com dispositivos Android e com dispositivos iOS. Requer uma assinatura (individual ou institucional) para usar.

 

  1. MDCalc

MDCalc é um aplicativo de cálculo médico que oferece mais de 550 ferramentas de decisão clínica. As calculadoras variam de calculadoras de dosagem a pontuações de risco para pacientes. Os médicos também podem receber créditos CME para revisar diferentes cálculos médicos.

 

O aplicativo é gratuito para uso. Tudo que você precisa fazer é se registrar e você poderá começar imediatamente. Para receber créditos CME por revisar diferentes calculadoras, você precisará de uma assinatura paga.

 

  1. eMed Mob

Acesse o prontuário eletrônico do seu paciente de qualquer lugar com o eMed MOB. Nosso sistema de gestão possui um App para te dar mais mobilidade. Acesse de qualquer lugar sua agenda online, o prontuário eletrônico do seu paciente, e o melhor, tudo de forma segura.

 

O app é compatível com Android e iOS e é gratuito para os clientes.

 

Os aplicativos médicos são ideais para um profissional de saúde em trânsito. Ao usar os aplicativos médicos certos, você pode ajudar seus pacientes com seu smartphone. Além disso, ter um sistema de gestão médica profissional, permite que você se concentre em estudos, no seu paciente e deixa a rotina do dia a dia mais fácil de ser administrada, como a redução das glosas, emissão de notas fiscais e assinatura de documentos de forma online.

 

Entre em contato com a nossa equipe comercial e entenda como nós podemos te ajudar a elevar o nível da sua clínica e/ou consultório médico em 2022.

 

Solicite sua Demonstração AGORA!

No Sistema de Gestão para Clínicas da eMed, você encontra soluções que unem gestão de serviços, produto e atendimento personalizado. Conheça por que somos o mais completo software de gestão médica do Brasil!


eMed Tecnologia - Todos os Direitos Reservados | Politica de Privacidade