Perfil da Empresa: Guia Para Médicos

Quando o seu negócio está na internet, ele é apenas um entre centenas de sites e redes sociais concorrendo para ter visibilidade online local. Muitos médicos usam a internet para expandir sua base de pacientes e gerar mais renda, mas destacar-se da multidão precisa ter as técnicas e estratégias corretas. Por isso, hoje trouxemos o guia para médicos do Perfil da Empresa, antiga ferramenta Google Meu Negócio.

 

Este artigo é um guia para médicos sobre como usar o Perfil da Empresa, a antiga funcionalidade Google Meu Negócio como uma ferramenta para construir sua reputação como clínica médica ou consultório na sua região.

 

Sua clínica é uma empresa digital?

 

Mas o que é o Perfil da Empresa?

 

O Google Meu Negócio é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite que as empresas gerenciem sua presença online com um perfil comercial, mas agora em 2022, essa ferramenta mudará de nome e passará a se chamar Perfil da Empresa. Este perfil pode conter informações sobre sua especialidade médica, como: ofertas de serviço, horário de funcionamento, detalhes de localização e muito mais.

 

Por exemplo, o site do seu escritório deve ser otimizado para resultados de mecanismos de pesquisa locais. O SEO médico em seu site te ajudará a ser encontrado pelos clientes que buscam sua especialidade, e aliado ao Perfil da Empresa, seu negócio alcançará ainda mais pessoas. Continue lendo esse guia para médicos e saiba como ter uma presença online com o Perfil da Empresa.

 

O Google Meu Negócio, ou agora o Perfil da Empresa, permite que os usuários gerenciem seus perfis comerciais na pesquisa Google e no Maps, dois dos mecanismos mais populares da atualidade. À medida que mais pessoas usam dispositivos móveis para pesquisar na internet, ser encontrado em resultados locais está se tornando cada vez mais importante para direcionar o tráfego para seu site ou local físico.

Por que ter um Perfil da Empresa no Google?

 

O Google facilita para os pacientes encontrarem você, desde que você tenha uma conta completa no Perfil da Empresa, já que é um dos mecanismos preferidos dos usuários. O Google é o mais popular dos três principais mecanismos de busca, respondendo por mais de 80% do volume de buscas do mundo.

 

Com o tempo, o Google fez muitas mudanças na forma como exibe os resultados de pesquisa para pacientes que buscam informações sobre doenças, lesões e tratamentos relacionados à saúde dando preferência aos profissionais de saúde mais próximos do local físico do pesquisador.

 

O novo paciente da era digital

 

O Perfil da Empresa oferece para médicos uma variedade de ferramentas que você pode usar para gerenciar sua presença online. Alguns deles:

 

  • Crie ou edite uma ficha de empresa na pesquisa Google e no Maps.
  • Gerencie e administre links do Google para seus pacientes avaliarem e darem sua opinião sobre o seu serviço.
  • Responda às perguntas de pessoas sobre seu serviço, clínica, convênios, etc.
  • Carregue fotos relevantes para facilitar que as pessoas encontrem o seu estabelecimento, ou com novos serviços, reformas até mesmo atualizações na recepção.

 

As pesquisas são locais

 

Para determinar a proximidade de um profissional de saúde com um paciente que procura informações médicas, o Google conta com dados de um perfil verificado do Perfil da Empresa para a clínica ou consultório.

 

Isso significa que, se um paciente digitar “Dentista Porto Alegre” no Google e você tiver uma conta no Perfil da Empresa, e sua clínica for em Porto Alegre, você terá a chance de aparecer no topo da lista. Se você não tiver um perfil verificado no antigo Google Meu Negócio as chances são de que você não vai aparecer. 

 

5 passos para migrar o seu financeiro para o digital

 

Ao se inscrever no Perfil da Empresa, você pode otimizar sua conta para ser encontrado nesses importantes mecanismos de pesquisas. Conforme o Google, as empresas que possuem um perfil completo no site obtêm cinco vezes mais visualizações do que aquelas que não reivindicam seu perfil.

 

Um dos fatores mais influentes na classificação das buscas locais são as avaliações do Google. O ranking mostra apenas as 3 principais empresas líderes no segmento. No passado, você podia ter uma categorização mais baixa e ainda sua empresa ser exibida nas buscas. Inicialmente, será exibido apenas o nome da empresa, o número de comentários no Google, a classificação média dos comentários e um link para o site.

 

Como configurar uma ficha do Google para uma clínica médica

 

Se você estiver criando uma conta no Perfil da Empresa, siga as etapas abaixo.

 

Etapa 1: Acesse google.com/business, selecione “Gerencia agora” para começar.

 

Etapa 2: Lembre-se dessas quatro diretrizes ao continuar:

 

  • Seja consistente nas informações.
  • Forneça informações detalhadas.
  • Diga quem você é, o que você faz e porque sua clínica é diferente.
  • Deixe claro a sua experiência e a qualidade dos serviços oferecidos.

 

Etapa 3: Na próxima tela, localize o “Encontre e gerencie seu negócio”. Digite o nome do seu estabelecimento. Importante: o nome da sua clínica deve ser o mesmo das redes sociais, site ou qualquer outro lugar na internet.

 

Etapa 4: A próxima tela é “Escolher a categoria que mais se ajusta ao seu negócio”. Informe ao Google qual é a sua principal categoria de negócios. Inicie digitando sua especialização, o que produzirá uma lista suspensa de opções para escolher. Quanto mais específicas suas opções, melhor. Não se preocupe: o Google sabe que um ortopedista também é cirurgião e médico.

 

Etapa 5: Na tela “Adicionar seu serviço”, escolha os serviços que você presta em sua clínica, especialmente se for um serviço específico para o seu mercado. Normalmente é recomendável cadastrar de cinco a sete serviços.

 

Concentre-se em serviços e itens que você deseja que seus pacientes encontrem e se interessem. Se você tem uma fonte secundária de renda, se é ortopedista num centro médico ou médico de família que vende suplementos alimentares, inclua isso em seu serviço.

 

Etapa 6: O Google pergunta se você tem um lugar que as pessoas possam visitar. É aqui que você adiciona seu endereço. Quando os clientes encontram sua empresa, ela aparece no Google Maps. Se você gerencia uma clínica com vários locais, é importante criar um perfil para cada local.

 

Etapa 7: Na próxima tela, “Você está atendendo clientes fora deste local?” Se você é um médico que faz atendimentos domiciliares, pode escolher ‘Sim’ para a resposta.

 

Etapa 8: O Google solicitará seus detalhes de contato. Embora o Google diga que essas informações são opcionais, você deve maximizar todos os pontos de conexão possíveis para os pacientes entrarem em contato. Digite seu número de telefone e compartilhe o URL do seu site ou redes sociais.

 

Você está quase terminando o básico! Antes de realizar a otimização avançada, você deve verificar que a empresa que você acabou de inserir é sua.

 

O que é Gerenciamento de Dados de Saúde?

 

Existem várias maneiras de fazer isso. Para novas clínicas com novos números de telefone, essa confirmação pode ser feita por um cartão postal do Google. Se você nunca verificou sua empresa, mas já tem um formulário e está fazendo a reivindicação, tem a opção de verificá-lo por telefone.

 

Otimização do perfil comercial do Google

 

Após ter um perfil comercial do Google verificado, você está pronto para otimizar. Lembre-se de fazer login no Google com a mesma conta de e-mail usada para criar a sua conta comercial.

 

Recomendamos que você aproveite todos os recursos. A seguir, uma visão geral desses recursos:

 

  • Adicione um álbum de fotos ao seu perfil. Inclua imagens da sua clínica, da sua recepção e da equipe médica.
  • Adicione um link para agendamento online, ou seja, que leve os pacientes diretamente para agendar uma consulta em seu site ou no link do WhatsApp. Isso dá aos pacientes a opção de marcar uma consulta ou entrar em contato, assim que localizar a sua clínica.
  • Use o recurso “Pergunta e Resposta” para inserir as dúvidas mais frequentes. 
  • Incentive as avaliações dos pacientes no Google para melhorar o seu ranqueamento na plataforma. Os pacientes ficam 50% mais propensos a postar uma avaliação online quando é solicitado.
  • Adicione ao Google Posts, banners pequenos e informativos e direcione todos eles ao seu site.

 

Planejamento Tributário para Clínica Médica

 

Quando os pacientes estão procurando atendimento e realizam uma pesquisa ou digitam seu nome na internet, você precisa estabelecer uma boa primeira impressão no Google. Hoje é um elemento essencial de qualquer estratégia de marketing médico.

 

Para te ajudar ainda mais, nós temos um eBook completo sobre marketing médico, onde explicamos com ainda mais detalhes sobre como usar o Google Meu Negócio, o novo Perfil da Empresa para ter ótimos resultados na internet. Baixe agora e inicie ou melhore a sua presença online.

 

 

Planejamento Tributário para Clínica Médica

O planejamento tributário é fundamental para uma boa gestão financeira de qualquer negócio empresarial e não poderia ser diferente no caso de clínicas médicas e profissionais da área da saúde. Como os custos tributários ocupam destacada posição nas contas a pagar de toda empresa, quem não quer reduzir esses e pagar menos impostos em sua clínica médica?

 

O tema central é fazer você entender, como o planejamento tributário para clínicas médicas pode reduzir seus pagamentos de impostos e, melhor ainda, de forma segura sem riscos futuros.

 

Tendências do Mercado Digital na Saúde em 2022

 

Apesar da busca na redução da carga tributária, uma boa gestão da clínica médica também pode colocar dinheiro no caixa. A gestão tributária consiste em uma série de ações que uma empresa deve desempenhar na hora de organizar e planejar o recolhimento de tributos, mas com objetivos estratégicos para a organização. Confira a seguir:

 

Como funciona o Planejamento Tributário

 

O planejamento tributário é simplesmente uma forma de reduzir os impostos de forma legal para clínicas médicas e consultórios. Para fazer esse planejamento, precisamos de todas as informações da empresa tais como:

 

1 – Faturamento mensal

2 – Relação de despesas operacionais (incluindo trabalhista) e principalmente entender da atividade da clínica e seus respectivos códigos de serviços

3 – A estrutura societária também precisa fazer parte do planejamento 

 

O regime tributário mais adequado para a sua clínica

 

O regime tributário é o conjunto de leis que definirão quais tributos sua clínica pagará ao governo. Ou seja, a escolha certa previne problemas e evita que a empresa pague mais do que precisa aos cofres públicos. Consequentemente faz a empresa economizar, revertendo o orçamento para outras áreas da clínica. Entenda quais as opções disponíveis.

 

10 aplicativos para médicos

 

  • EIRELI Pessoa Física

 

A sigla EIRELI significa Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Este tipo de regime é uma categoria empresarial com apenas uma pessoa com responsabilidade limitada sobre o empreendimento. Com a EIRELI, é possível separar patrimônio empresarial do privado. Dessa forma, é possível que o empreendedor responda limitadamente ao capital social. 

 

A categoria requer um capital mínimo de 100 vezes o valor do salário mínimo no momento em que a empresa for registrada e o faturamento anual estipulado deve ser de até 4,8 milhões.

 

  • Simples Nacional Pessoa Jurídica

 

A categoria do Simples Nacional é indicado para microempresas e empresas de pequeno porte com receita bruta de até R$ 3,6 milhões anuais. O regime oferece alíquotas menores e simplicidade da agenda tributária, facilitando o controle. 

 

  • Lucro Real Pessoa Jurídica

 

Gerenciamento centralizado de dados clínicos

 

O Lucro Real é o regime tributário mais amplo, podendo ser utilizado por qualquer pessoa jurídica com faturamento superior a R$ 78 milhões. Neste caso, o cálculo de impostos de acordo com o lucro real é feito com base no lucro contábil, formado pelo lucro líquido menos as adições, exclusões e compensações fiscais.

 

Ou seja, em caso de prejuízo, não há imposto de renda a ser pago. A adesão a este regime também impõe à empresa uma série de obrigações como, fazer inventário e o Demonstrativo de resultado do Exercício (DRE), além de outros documentos que declaram o lucro apurado exigido pela Receita Federal.

 

  • Lucro Presumido Pessoa Jurídica

 

Com o regime tributário Lucro Presumido, a tributação é calculada tendo como referência o lucro verdadeiro da empresa, mas que varia conforme a atividade desenvolvida, variando entre 1,6% e 32% da receita. No entanto, o faturamento anual deve ser igual ou inferior a R$ 78 milhões.

 

Esta categoria é indicada para empresas cuja margem de lucro é maior do que a presunção, assim como para aquelas que têm poucos custos operacionais e com folha de pagamento. 

 

É fundamental que antes de escolher pelo Lucro Presumido, a empresa avalie sua lucratividade, pois, se o percentual for superior ao do Lucro Real, esta pode não ser a melhor categoria para se enquadrar.

 

O Impacto da Transformação Digital na Saúde

 

Conheça a Tributação da área da saúde

 

Certamente, é muito importante que o prestador de serviço que pretende registrar seu consultório médico converse com um contador para entender como funciona a tributação para a área médica. Juntos podem avaliar e definir se a melhor opção de tributação é por pessoa física ou pessoa jurídica. 

 

Se optar pela segunda, também deve definir qual será a modalidade escolhida.

 


Conheça quais são os principais tributos obrigatórios para a área médica:

 

  • ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza): veio para substituir o antigo ISSQN. Trata-se de um imposto de competência dos municípios e Distrito Federal que incide sobre a prestação de serviços. O tributo é pago pelas empresas prestadoras de serviços e profissionais autônomos.

 

  • IRPJ — Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica: trata-se do imposto cobrado e específico para empresas com cadastros jurídicos. Esta é uma das principais fontes de arrecadação do governo federal. Todas as empresas devem declarar esse imposto, incluindo as individuais e não formais.

 

  • IRPF — Imposto de Renda sobre Pessoa Física: este imposto pode substituir o IRPJ, dependendo do regime tributário que o dono da clínica escolher. Em síntese, trata-se do imposto cobrado de pessoa física. 

 

  • CLSS — Contribuição Social sobre o Lucro Líquido para as clínicas registradas por Pessoa Jurídica: é um tributo federal que incide sobre todas as Pessoas Jurídicas (PJ) domiciliadas no Brasil. Seu objetivo é o de apoiar financeiramente a Seguridade Social.

 

  • COFINS — Contribuição para Financiamento da Seguridade Social: é um tributo federal que incide sobre a receita bruta das empresas e pessoas jurídicas. Também tem como objetivo financiar o sistema de seguridade social brasileiro.

 

  • PIS — Programa de Integração Social: o PIS é uma contribuição social recolhida pelas empresas do setor privado que são transformadas em benefícios para os trabalhadores.

 

  • INSS — Instituto Nacional do Seguro Social: este é o imposto responsável pelos pagamentos dos aposentados e demais benefícios da Previdência Social.

 

Pesquisa de satisfação do paciente

 

Podemos perceber que existem vários fatores quando falamos de planejamento tributário para consultórios e clínicas médicas. Porém, quando você investe em um sistema de gestão que permite centralizar todas as informações, tudo fica mais claro e fácil de administrar.

 

Para que você possa focar no que realmente importa – seu paciente – entre em contato e solicite uma demonstração do melhor software de gestão médica do país. Entre em contato com o time de especialistas da eMed.

10 aplicativos para médicos

Os funcionários da área de saúde estão sempre em busca de conhecimento. Desde a verificação dos pacientes até a consulta com outros funcionários, os profissionais de saúde nem sempre estão no consultório. E Ficar longe do computador de mesa pode dificultar o acesso dos médicos aos bancos de dados médicos e às referências de que precisam.

 

É aí que entram os aplicativos médicos. Os aplicativos médicos permitem que os profissionais de saúde obtenham os dados necessários para ajudar os pacientes, não importa onde eles estejam. Vamos dar uma olhada em 10 aplicativos médicos populares para profissionais de saúde e ver como você pode usá-los em sua prática.

 

  1. Medscape

Medscape é um aplicativo popular de notícias médicas. O aplicativo reúne os mais recentes artigos de pesquisa médica em uma plataforma única e fácil de navegar para médicos e estudantes de medicina.

 

Gerenciamento centralizado de dados clínicos

 

Embora o Medscape seja conhecido como uma fonte de notícias médicas, ele também se ramifica em áreas como calculadoras médicas, informações de segurança de prescrição, atividades de CME / CE e até mesmo uma rede de outros médicos.

 

Este aplicativo funciona em dispositivos Android e Apple. Depois de criar sua conta gratuita, você pode acessar instantaneamente a pesquisa de que precisa para se manter atualizado em sua área.

 

  1. VisualDx

VisualDx é um aplicativo de referência médica baseado em imagens que contém um vasto banco com diferentes doenças e condições.

 

Os médicos podem comparar facilmente a apresentação de seus pacientes com várias doenças. O recurso de pesquisa do VisualDx permite que os médicos insiram os sintomas de seus pacientes e descubram possíveis diagnósticos junto com imagens de referência.

 

O aplicativo requer uma assinatura para ser usado. Funciona em Android e iOS e está disponível em vários idiomas.

 

  1. Skyscape Medical Library

A Skyscape Medical Library oferece informações médicas relevantes para médicos, enfermeiras e outros profissionais de saúde. A biblioteca do aplicativo possui vários livros de saúde e fornece informações sobre medicamentos. Ele também inclui uma calculadora clínica.

 

O Impacto da Transformação Digital na Saúde

 

O aplicativo é gratuito, mas requer assinatura para alguns recursos. É compatível com iOS e Android.

 

  1. Epocrates

Epocrates é um aplicativo de referência médica especializado em informações sobre medicamentos. Ele oferece informações de prescrição e segurança, como as diferenças entre as doses para adultos e crianças, possíveis reações adversas e advertências. 

 

Epócrates funciona em Android e iOS. Você pode obter uma versão gratuita ou adquirir um plano de assinatura.

 

  1. PEPID

PEPID é uma referência médica que pode ser personalizada para médicos, enfermeiras e paramédicos.

 

As informações são projetadas para serem absorvidas rapidamente e usadas em campo, com listas com marcadores específicos do setor que fornecem o que você precisa saber. PEPID possui um banco de dados de medicamentos médicos, juntamente com calculadoras médicas e ilustrações.

 

Pesquisa de satisfação do paciente

 

O aplicativo pode ser usado em Android e iOS, bem como em Windows e BlackBerry.

 

  1. Lexicomp

Lexicomp, um aplicativo de referência de medicamentos, oferece acesso a mais de 20 bancos de dados médicos. O aplicativo tem informações abrangentes sobre medicamentos, como banco de dados de farmacogenômica, compatibilidade IV, escassez atual de medicamentos e conteúdo educacional para pacientes. Além disso, todas as informações são armazenadas em seu dispositivo, para que você possa usá-las mesmo quando não tiver acesso à Internet.

 

O aplicativo de referência é compatível com Android e iOS. Embora exija uma assinatura para uso, o aplicativo oferece uma avaliação gratuita de um mês.

 

  1. DynaMed

DynaMed é um aplicativo de referência médica que imita o mecanismo de pesquisa do Google, o que o torna fácil de usar. O conteúdo médico é revisado por outros médicos. O aplicativo sincroniza com sua área de trabalho, permitindo que você trabalhe de qualquer local.

 

DynaMed funciona em Android e iOS, mas requer um plano de assinatura para acessar.

 

  1. UpToDate

UpToDate é um recurso que os médicos podem usar para tomar melhores decisões clínicas. Esta referência médica permite que você baixe conteúdos relevantes de medicamentos e compartilhe-os com colegas.

 

Coworking médico: conheça 4 benefícios

 

O UpToDate é compatível com dispositivos Android e com dispositivos iOS. Requer uma assinatura (individual ou institucional) para usar.

 

  1. MDCalc

MDCalc é um aplicativo de cálculo médico que oferece mais de 550 ferramentas de decisão clínica. As calculadoras variam de calculadoras de dosagem a pontuações de risco para pacientes. Os médicos também podem receber créditos CME para revisar diferentes cálculos médicos.

 

O aplicativo é gratuito para uso. Tudo que você precisa fazer é se registrar e você poderá começar imediatamente. Para receber créditos CME por revisar diferentes calculadoras, você precisará de uma assinatura paga.

 

  1. eMed Mob

Acesse o prontuário eletrônico do seu paciente de qualquer lugar com o eMed MOB. Nosso sistema de gestão possui um App para te dar mais mobilidade. Acesse de qualquer lugar sua agenda online, o prontuário eletrônico do seu paciente, e o melhor, tudo de forma segura.

 

O app é compatível com Android e iOS e é gratuito para os clientes.

 

Os aplicativos médicos são ideais para um profissional de saúde em trânsito. Ao usar os aplicativos médicos certos, você pode ajudar seus pacientes com seu smartphone. Além disso, ter um sistema de gestão médica profissional, permite que você se concentre em estudos, no seu paciente e deixa a rotina do dia a dia mais fácil de ser administrada, como a redução das glosas, emissão de notas fiscais e assinatura de documentos de forma online.

 

Entre em contato com a nossa equipe comercial e entenda como nós podemos te ajudar a elevar o nível da sua clínica e/ou consultório médico em 2022.

Dicas para abrir sua clínica médica

A maioria dos médicos sonha em ter sua própria clínica médica um dia. Aqui está um guia com dicas para abrir a sua clínica médica. Quando você começou a faculdade de medicina, provavelmente sonhava em iniciar um consultório médico algum dia. Agora você se formou e se estabeleceu trabalhando para um hospital ou outra empresa médica, esse sonho pode parecer que está se aproximando a cada dia. Abrir uma clínica médica é um trabalho árduo. No entanto, é uma das conquistas mais gratificantes da indústria médica.


Se você acha que é hora abrir a sua clínica médica, continue lendo. Estamos repassando algumas etapas que você precisará seguir para abrir seu próprio consultório médico.

 

Clínica conectada: tenha uma Gestão Global

 

Desenvolva um Plano de Negócios

Seu primeiro passo é desenvolver um plano de negócios completo. Este será o seu guia ao configurar a infraestrutura da sua clínica médica. Você também precisará dele para obter financiamento. Você deve incluir uma projeção de todas as suas despesas junto com a receita que prevê ao longo dos primeiros três anos. Suas despesas devem representar tudo, desde o equipamento até o aluguel do prédio que você ocupa.


Seu plano de negócios também deve definir seu público-alvo. Você precisa pensar sobre que tipo de clientela você planeja atrair. Em seguida, defina sua estratégia de marketing. Como pretende marcar a sua clínica e que meios irá utilizar para obter novos negócios?


Se isso parecer difícil, você pode procurar a ajuda de um estrategista de negócios.

 

Matriz de gerenciamento de tempo: o que é, como funciona

 

Estruture os serviços que deseja oferecer

Você já tem a sua área de atuação, agora é necessário pensar nos serviços que deseja oferecer, se irá agregar alguma especialidade. Isso pode parecer irrelevante, mas determinará os equipamentos que precisará comprar ou alugar, o tamanho da sala e da equipe que você precisará contratar.


Liste as características dos seus serviços, os pontos fortes e fracos da sua área de atuação e estruture como você aplicará na prática tudo o que deseja oferecer na sua clínica médica para os seus pacientes.

 

Obtenha financiamento

Obter o financiamento adequado é crucial para iniciar sua clínica. Infelizmente, muitos médicos têm dívidas extensas como resultado da faculdade de medicina, o que torna esse processo um pouco mais difícil.


Muitas instituições financeiras têm uma divisão médica que oferece empréstimos aos profissionais de saúde. Eles entendem os desafios que os médicos enfrentam e podem ajudá-los a obter financiamento para abrir a sua clínica médica.


Você precisará enviar seu plano de negócios junto com uma solicitação de empréstimo. É importante que você seja conservador com suas despesas em seu plano de negócios, especialmente no que diz respeito a seu equipamento médico. Certifique-se de enviar isso a vários bancos. Isso permitirá que você veja várias ofertas diferentes e seus termos.

 

Escolha um local para sua clínica

A localização da sua clínica é um fator que você deve considerar com sabedoria e cuidado. Com o local errado, pode ser difícil atrair novos clientes e, ao mesmo tempo, manter os existentes – conduza uma pesquisa completa antes de escolher qualquer site específico para o seu negócio. A localização ideal para negócios é acessível a pé e para veículos. 

 

Dicas de organização da rotina na Clínica Médica

 

Você também precisa considerar a estética do seu escritório. Proporcionar uma atmosfera convidativa é muito importante e aumentará a retenção do paciente. Além disso, lembre-se de que é aqui que você também vai passar a maior parte do seu tempo. Certifique-se de considerar também coisas como um amplo estacionamento e espaço para escritórios. A propriedade que você escolher deve facilitar um fluxo de trabalho tranquilo.


Ao começar, provavelmente é uma ideia melhor alugar. Se você gosta do imóvel, pode optar por adquiri-lo no futuro.

 

Obtenha o equipamento adequado

Depois que seu financiamento chegar e você escolher um local, você precisará obter todo o equipamento necessário para operar uma clínica privada. O equipamento médico de que você precisa depende do tipo de prática que você está abrindo. Você é o especialista quando se trata deste equipamento.


Você também precisará obter computadores e um
sistema de gestão para o escritório. Sua sala de espera precisará de móveis. Tente fornecer um ambiente confortável e acolhedor para seus pacientes.


Finalmente, você precisará obter todos os materiais de escritório de que sua equipe de atendimento precisará para conduzir os negócios. Ao equipar sua clínica, analise as opções de leasing para seu equipamento médico. Isso pode ajudar a reduzir parte do custo inicial.

 

Uma nova sociedade 60+

 

Contrata a equipe sua clínica médica

É hora de começar a decidir sobre os profissionais que farão parte da sua clínica. Você precisará iniciar este processo cedo para que todos estejam prontos para ir quando suas portas se abrirem. Durante o processo de contratação, seja claro quando você planeja abrir.


Esta é outra área que depende de sua prática específica. No entanto, é provável que você precise de enfermeiras certificadas e uma equipe de atendimento. Escreva descrições detalhadas de cargos e publique anúncios online. Você também precisará definir os tipos de benefícios que oferecerá a cada posição.


É muito importante que você escolha membros da equipe que entendam seus valores e estejam de acordo com o objetivo geral de sua clínica. Além disso, uma ótima capacidade de comunicação e uma disposição agradável são muito importantes na indústria médica.

 

Decida sobre o seu processo de faturamento

O faturamento é um componente importante de qualquer instalação médica. O tipo de sistema de faturamento que você implementa desempenha um grande papel na satisfação do paciente e no fluxo de trabalho de sua clínica. Você pode querer considerar a terceirização de seu faturamento, se puder. Isso eliminará grande parte da carga de trabalho e da confusão de sua equipe.

 

7 dicas para administradores de clínicas

 

No entanto, é possível realizar com sucesso o processo de cobrança e reclamações internamente. Você precisará escolher um software de faturamento médico confiável. Se você tem relacionamento com médicos que administram uma clínica particular, pergunte como eles lidam com seus serviços de cobrança. Você provavelmente receberá alguns bons conselhos para começar.

 

Divulgue sua prática

Quando você estiver fechando a data de inauguração, você precisará começar a comercializar sua clínica. Uma presença online é necessária, portanto, considere investir em um site com design profissional. Certifique-se de que ele seja compatível com dispositivos móveis para que as pessoas possam localizar você em smartphones e tablets.

 

8 dicas de marketing de saúde


Você também deve reivindicar sua ficha do Google Meu Negócio e anunciar em quaisquer diretórios médicos on-line em sua área.

 

Outros pontos importantes 

Na hora de montar a estrutura do seu plano de negócios, o ideal é que você estude seus concorrentes e analise as estratégias que estão dando certo para replicar no seu negócio. Também defina o seu público-alvo, isso determinará como será a estrutura, decoração, plano de marketing e muitos outros processos da sua clínica médica.


Abrir sua própria clínica pode ser intimidante. No entanto, ao dar um passo de cada vez e tomar decisões inteligentes, você se preparará para crescer no futuro. Use essas dicas ao formar um plano para sua clínica médica.


A eMed é a melhor empresa de software de gestão médica do país. Um sistema completo que tem do financeiro ao site, tudo o que você precisa para ter sucesso no seu empreendimento. Entre em contato com o nosso comercial e tire as suas dúvidas!

 

Secretária médica: mantenha-se saudável

Hoje, vamos abordar 10 dicas para as secretárias médicas se manterem saudáveis e ficarem atentas às questões pessoais, físicas e mentais, do dia a dia. Em meio a uma pandemia, acompanhar as rotinas no setor de saúde está cada vez mais difícil, o momento pede para que não se deixe os hábitos saudáveis de lado, e caso você não os tenha, está na hora de adquirir alguns. O fato é que passar muitas horas sentada, ou mesmo em pé, sem se exercitar adequadamente ou sem dar aquela pausa para um pequeno relaxamento poder acarretar uma série de problemas ao longo do tempo, como dores na coluna, varizes, tendinites, LER e outras doenças que podem afetar a sua produtividade e saúde.

 

Porém, temos testemunhado várias profissionais da área que têm conseguido manter um estilo de vida saudável, sem comprometer a produtividade no trabalho. Como elas fazem isso, você pergunta?

 

Este artigo descreve as dez principais maneiras pelas quais uma secretária médica pode adquirir e manter um estilo de vida saudável enquanto é ativa no trabalho. Como colegas de área, sabendo de toda a situação que estamos enfrentando, damos o nosso melhor para fornecer soluções que ajudem a aliviar a carga de trabalho dos colegas e gestores para que eles possam se concentrar nas tarefas que mais importam, como por exemplo, sua saúde, bem como a de seus pacientes.

 

Agora, confira 10 dicas de práticas simples, mas que vão mudar a sua rotina e a sensação de bem-estar corporal e mental:

 

6 dicas de gestão de tempo para organizar a sua rotina

 

1.Faça alguns exercícios de mesa

Pode parecer difícil incorporar na rotina a ida à academia e ficar em forma ao mesmo tempo que faz malabarismos com uma agenda de trabalho ocupada. No entanto, é muito mais fácil incorporar um estilo de vida saudável sem comprometer sua produtividade no trabalho.


– Levantamento de pernas

Sentada na cadeira, com as costas bem apoiadas no encosto e pés encostados no chão. Faça o movimento de elevação de uma das pernas com as pontas dos pés voltadas para cima, tomando cuidado para não desencostar os quadris do assento. Retorne à posição inicial. Repita o movimento com a outra perna. Tente fazer 30 elevações com cada perna. 

 

– Exercício de respiração

Em pé, pernas paralelas e afastadas na largura dos ombros. Inspire o ar e contraia o seu abdômen, tentando levar o umbigo em direção à coluna. Mantenha essa posição por 5 ou 20 segundos (respeite o seu limite) e repita o exercício duas ou três vezes.

 

– Agachamento

Em pé, de costas para um banco ou cadeira, incline o tronco ligeiramente à frente, projete os quadris para trás e sente-se no banco. Levante até estender as pernas e repita. Não ajude com as mãos na subida nem na descida. Faça 3 séries de 10 a 15 repetições. 

 

Recursos do sistema de gestão para clínicas médicas

 

2. Beba água

É vital beber dois litros de água todos os dias. Isso pode ser facilmente alcançado se você colocar uma garrafa ou jarro de água em sua mesa com um lembrete de hora em hora definido em seu computador ou telefone celular para alertá-lo sobre beber um copo. A água tem muitos benefícios, um dos mais benéficos é que ela libera o estresse e mantém o corpo hidratado.

 

3. Faça seu próprio almoço

Em vez de almoçar fora todos os dias durante o trabalho, é bastante benéfico para sua conta bancária e para o corpo se você trouxer o almoço de casa. Pode parecer uma tarefa difícil preparar o almoço todos os dias, mas não precisa ser. Reserve algum tempo aos domingos para preparar comida para uma semana. Embale-os ou use fechos zip e leve cada pacote para o trabalho.

 

4. Caminhe: convide suas colegas secretarias médicas e façam um caminhada

Para se manter saudável, é vital que você se mantenha em movimento, em vez de ficar parado por longos períodos. Uma maneira fácil de incorporar isso é realizando reuniões caminhando ou fazendo caminhadas durante o intervalo para o almoço. Caminhar apenas 20 minutos por dia pode ter um impacto significativo na sua saúde e pode reduzir várias possibilidades de doenças cardíacas.

 

Sua clínica sofre com o no-show?

 

5. Cuide do seu pescoço

Uma das partes mais negligenciadas do corpo é o pescoço. Muitas pessoas desconsideram completamente seus pescoços e deixam de cuidar adequadamente deles. Uma vez que a maioria dos trabalhos exige sentar em mesas e olhar para telas de computador, isso pode causar tensões imensas em nosso pescoço, resultando em dores no mesmo que podem mais tarde levar a uma elevação nos níveis de estresse. Portanto, é uma boa prática fazer alongamento nessa região do corpo durante a pausa da mesa e das tarefas.

 

6. Faça pausas frequentes, mude de local.

Este conselho reflete o mencionado acima, é muito importante fazer intervalos curtos frequentes entre suas tarefas ou reuniões para ajudar seu corpo a se recuperar do estresse que tem enfrentado ao longo do dia. Isso ajuda a manter o equilíbrio e a permanecer ativo ao longo do dia.

 

7. Limite a ingestão de cafeína

Apesar do mito de que a ingestão de cafeína ajuda a despertar a mente e faz com que você se mantenha produtivo ao longo do dia, uma quantidade imensa de café pode causar dores de cabeça, fadiga e elevar o estresse. Recomenda-se que uma pessoa não tome mais do que 2 xícaras por dia e se você mantém uma programação saudável, como as mencionadas acima, você não precisará recorrer à ingestão de cafeína, pois seu corpo será naturalmente revitalizado e ativo.

 

Dicas de organização da rotina na Clínica Médica

 

8. Seja autoconsciente

Este conselho é direcionado ao nível espiritual, no entanto, seus efeitos não se limitam apenas a isso. A pessoa autoconsciente se dá conta de sua capacidade e não se esgota tentando alcançar o inatingível. Eles reconhecem seus pontos fracos e fortes e, em seguida, ajustam suas tarefas de acordo. Muitas pessoas que não conseguem se concentrar nessa prática geralmente se esgotam superestimando suas capacidades ou o que as tarefas exigem delas. A autoconsciência o ajuda a ficar em sincronia consigo mesmo e a manter o foco por mais tempo.

 

9. Férias são importantes

Este é provavelmente um dos conselhos mais impopulares em nossa indústria de trabalho. Muitas pessoas deixam de tirar férias, porque estão totalmente focadas em seu trabalho, tentando realizar o máximo de tarefas possível. No entanto, negligenciar um momento de relaxamento e uma mudança de local causa esgotamento, levando à improdutividade e elevação dos níveis de estresse. Assim, se você deseja permanecer focado no trabalho e deseja realizar mais do que costuma fazer, seria útil tirar essas férias, alimentar sua alma e inspirar sua mente, de modo que quando você voltar esteja revigorado e possa lidar com seu trabalho com uma nova perspectiva.

 

10. Gerenciar o estresse adequadamente

Todos os conselhos acima referem-se a este simples: gerencie o estresse de maneira adequada. Nenhum ser humano pode gerenciar a produtividade enquanto luta com altos níveis de estresse. Exercícios, férias e alimentação saudável ajudam a administrar melhor o estresse e fazem com que você se concentre nas tarefas que importam, sem causar esgotamento.

 

À medida que o setor de saúde cresce, aumenta também a responsabilidade dos profissionais de saúde. Isso significa que cada vez mais profissionais de saúde estão comprometendo sua saúde para cumprir as tarefas. Esperançosamente, este artigo ajuda a criar um estilo de vida mais saudável para os profissionais de saúde.

 

Aqui na eMed, oferecemos soluções que ajudam os profissionais de saúde a gerenciar sua carga de trabalho, para que tenham mais tempo para se concentrar em tarefas que requerem sua máxima atenção, como sua saúde, bem como a de seus pacientes.  Entre em contato conosco, caso necessite de algum esclarecimento. Como alternativa, você pode reservar uma demonstração para testar nossas soluções de gestão na saúde.

Dicas de organização da rotina na Clínica Médica

Quer você esteja falando sobre um conselho estudantil, grupo político ou força-tarefa especial, todas as organizações precisam de uma secretária. E falando especificamente da função de secretária de clínicas médicas, ela é indiscutivelmente a peça mais importante da empresa, pois ela é responsável por organizar, assimilar e disseminar informações dentro e fora da organização. É essencial que para o cargo a pessoa seja organizada, observadora, inteligente e possuir excelentes habilidades de escrita.

Como as secretárias desempenham responsabilidades essenciais dentro da clínica médica, muitas vezes não são vistas pelo público, mas podem ser vitais para ajudar uma empresa a se manter organizada e no caminho certo. Abaixo, seguem dicas de organização e rotina para o dia a dia.

 

Sua clínica está preparada o atendimento da nova sociedade +60?

 

Priorizar / Gerenciamento de Tempo

As estratégias que podem melhorar o desempenho para a maioria das funções, em uma clínica médica, são manter um espaço de trabalho organizado e priorizar projetos. Muitas vezes, as secretárias fazem malabarismos com muitos projetos diferentes ao mesmo tempo. Isso pode ser verdade especialmente para aquelas que trabalham como assistentes para mais de uma pessoa. A chave para o sucesso neste tipo de posição pode ser tão simples quanto manter uma lista de projetos em andamento que prioriza cada um em ordem de importância. Você pode determinar quais tarefas são urgentes estabelecendo metas para cada dia de trabalho: quais são as três a quatro tarefas principais que precisam ser concluídas? Escreva-os em ordem de importância e assinale cada um ao terminar, para se sentir realizado.

 

Faça anotações na agenda

Seja por meio de um sistema de calendário eletrônico ou de um prático organizador de notebook, faça anotações para controlar as programações e outros detalhes da clínica médica. Seja sistemática sobre isso. Ao anotar um compromisso: o nome da pessoa que solicitou a reunião, a data da reunião, do que se trata, outros detalhes necessários antes da reunião, quaisquer itens ou papelada que serão necessários para a reunião, a data e hora em que confirmou a reunião e a pessoa com quem falou.

 

7 dicas para administradores de clínicas médicas

 

Planejamento de tarefas

Designe uma parte de sua mesa como a área de “tarefas”, em vez de colocar notas adesivas e papéis em todos os lugares. Coloque os itens em uma caixa ou pasta em sua mesa e verifique-os periodicamente ao longo do dia. Conforme as tarefas são concluídas, remova os itens da mesa para uma “pasta concluída” ou para uma caixa para arquivamento. No início de cada dia, faça uma lista completa das tarefas do dia e coloque-a na pasta “afazeres”. Raspe as tarefas à medida que são concluídas. Adicione tarefas à medida que chegarem a você e, no final do dia, certifique-se de que tudo esteja concluído.

 

LGPD: você sabe exatamente o que é?

 

Planejamento semanal

Designe dias para tarefas semanais. Você pode organizar sua semana para que saiba, de alguma forma, o que fará. Por exemplo, escolha sexta-feira como dia do planejamento da semana. Dessa forma, você conseguirá ter uma visão de todas as atividades planejadas e pendentes da semana e organizar as prioridades.

 

Codificação de Cores

A cor é um auxílio visual simples e eficaz para as habilidades de organização. Usar o código de cores pode ajudá-lo a organizar o que precisa ser feito e quando. Sempre pense em quais tarefas você executa e com que frequência você as executa. Codifique semanalmente as tarefas de uma cor, como o vermelho; dê tarefas diárias em azul, tarefas mensais em amarelo e assim por diante. Coloque as tarefas em pastas de código, pegue seu calendário e marque o que precisa ser feito com um quadrado colorido atrás dele. Em calendários eletrônicos, digite as palavras nas cores da tarefa se você não conseguir fazer uma caixa. Uma vez que a fórmula da cor é oficial, os proprietários de negócios e funcionários podem trabalhar de forma rápida e precisa com as mesmas informações.

 

Utilize o WhatsApp da forma correta no ambiente da saúde

 

CRM na nuvem

Uma das ferramentas que mais auxilia na rotina e organização do dia a dia de uma secretária em uma clínica médica é ter um crm para o gerenciamento da empresa na nuvem. Isso porque, quando todas as informações estão centralizadas em um único lugar, podendo ter acesso a qualquer hora de qualquer lugar, o risco de erros é menor. A eMed é o software mais completo no Brasil. Desde agendamento de consultas até Business Intelligence, que é a geração de dados em tempo real, tudo o que você precisa para manter a clínica médica organizada e em perfeito funcionamento nós proporcionamos a você.

Se interessou e quer testar a ferramenta por 30 dias sem custo? Entre em contato com o nosso time de vendas e agende uma consultoria. Gostou deste material e quer ler mais? Acesse o nosso e-Book Guia Completo da Secretária Médica.

 

Uma nova sociedade 60+

Devido à melhoria constante dos cuidados de saúde, uma nova sociedade 60+ está crescendo, a expectativa de vida está aumentando e, com isso, o envelhecimento da população.

 

“Entre 2015 e 2050, estima-se que a proporção de idosos do mundo quase dobrará: cerca de 12% para 22%. Em termos absolutos, esse é um aumento esperado de 900 milhões para 2 bilhões de pessoas com mais de 60 anos.” WHO

 

Este desenvolvimento está levando a uma mudança demográfica que desafia a sociedade. A faixa etária dos idosos é definida pela OMS como pessoas com idade cronológica de 65 anos ou mais. No entanto, a idade biológica e as condições físicas e mentais podem variar muito entre as diferentes pessoas dessa faixa etária. Ao todo, a população de idosos enfrenta diversos obstáculos no cotidiano e muitas vezes depende de suporte médico. Entender as necessidades e ter um plano para atender os idosos é fundamental em uma nova sociedade com essa nova característica.

 

Desafios de uma sociedade em envelhecimento

 

Quando uma melhoria na saúde permite um aumento da expectativa de vida, ela exige, ao mesmo tempo, inovações na saúde e no suporte médico. Como prevenir doenças antes que elas possam surgir é mais fácil do que curar as existentes, trata-se de melhorar os cuidados de saúde preventivos. Especialmente em países prósperos, a maioria das pessoas morre de doenças não transmissíveis, como derrames, ataques cardíacos e câncer.

Os exames médicos regulares podem ajudar a identificar as pessoas em risco e a agir preventivamente. Além disso, os idosos são mais vulneráveis ​​a doenças devido à diminuição do sistema imunológico. Além disso, doenças mentais como demência e depressão estão entre os problemas de saúde importantes que a população idosa enfrenta.

 

Enfrentando os desafios

 

Uma vez que o aumento da expectativa de vida também significa que o número de pacientes com doenças geriátricas aumenta e, consequentemente, mais e mais pessoas precisam de assistência no dia a dia, é importante encontrar soluções para enfrentar esses desafios. A fim de prevenir problemas de saúde da população idosa, uma abordagem multifacetada é importante.

 

Em primeiro lugar, um bom sistema de prevenção, incluindo exames médicos regulares, permite a detecção precoce de doenças e, portanto, permite um tratamento ideal. Além disso, os idosos e seus familiares devem estar atentos às possíveis doenças para identificá-las e iniciar um tratamento específico o mais precocemente possível.

 

Como um corpo saudável e forte, normalmente, a tendência é ser menos vulnerável a adoecer, um estilo de vida saudável ajuda a prevenir várias doenças geriátricas. Portanto, uma alimentação boa e balanceada, bem como exercícios regulares são importantes durante todos os períodos da vida. Uma vez que os idosos sofrem de restrição de mobilidade, é essencial que se exercitem regularmente para fortalecer o corpo e o sistema imunológico.

 

Uma boa assistência para mais qualidade de vida

 

Porém, mesmo uma boa prevenção e exercícios físicos e mentais regulares não podem interromper o processo de envelhecimento que acompanha a diminuição das capacidades físicas e mentais. Portanto, os idosos precisam do apoio de seus companheiros, bem como da infraestrutura que utilizam. Em uma sociedade em que os filhos geralmente deixam a casa dos pais quando são adultos, as casas de repouso estão se tornando cada vez mais importantes, assumindo a tarefa de acolher pessoas que não podem mais cuidar de si mesmas.

 

Uma vez que a acomodação em uma casa de repouso é muitas vezes considerada uma solução final que geralmente está paralisada, é essencial focar nas possibilidades que permitem que os idosos vivam com independência o maior tempo possível. Uma infraestrutura e transporte público amigáveis ​​aos idosos são tão importantes quanto o suporte de dispositivos domésticos para manter a qualidade de vida de uma sociedade em envelhecimento.

 

Como o sistema de gestão pode ajudar

 

Com as diversas ferramentas para o gerenciamento da rotina de uma clínica médica, é possível saber a data em que o paciente deve retornar, bem como os exames que o mesmo deve fazer e todas as informações para avaliação, já que o prontuário fica disponível na plataforma. Dessa maneira, não somente o médico, mas também as secretárias têm acesso e podem passar as diretrizes para a família do que fazer e quais providências tomar.

 

Além de dados e relatórios com as principais informações em tempo real, onde e quando você precisar. Quer uma demonstração gratuita do nosso sistema? Entre em contato e fale com um dos nossos consultores. Clique Aqui!

 

5 tendências em saúde digital para 2021

A saúde digital tem potencial para melhorar muito os serviços de saúde, mas, até recentemente, não era uma grande prioridade para os investidores. Se algo positivo surgiu com a pandemia de coronavírus, é que abriu uma nova oportunidade para revisitar como pensamos em saúde, da telemedicina à pesquisa e dados à colaboração.

 

Apesar do fato de que a indústria de tecnologia de saúde teve um crescimento lento anteriormente, o desenvolvimento era necessário para controlar a pandemia. A inteligência artificial na assistência médica, bem como outros avanços significativos, são essenciais para resolver a crise e criar desenvolvimento futuro.

 

2020 foi um desafio para o setor de saúde como um setor com mais funções e obrigações na pandemia. 2021 e a situação ainda é incerta em relação à pandemia, porém, os avanços tecnológicos nunca vão parar para facilitar o processo e ter um melhor desfecho no setor de saúde. 

 

Escolhemos 5 tendências em eSaúde que deverão se consolidar em 2021.

 

  1. A expansão da telemedicina

A telemedicina, ou a prática de médicos atendendo pacientes virtualmente em vez de em escritórios e hospitais tradicionais, aumentou tremendamente durante a pandemia, já que as populações em todo o mundo têm limitado contato físico. Esta prática tem demonstrado que as consultas remotas não são apenas possíveis, mas também fáceis e muitas vezes preferíveis.

Alguns especialistas afirmam que este é apenas o começo e que em breve a escala da telemedicina aumentará. Além das consultas remotas, os especialistas dizem que já estamos observando um aumento no uso de dispositivos médicos em casa, como o monitoramento remoto de pacientes com câncer por meio do aumento do uso de sensores.

 

  1. Big Data e análise preditiva

A organização e a comparação de dados de saúde de longo alcance é um desafio em si. A combinação de computação inovadora, tecnologias avançadas de banco de dados e software analítico de linha de frente fez com que o big data encontrasse sua aplicação verdadeiramente necessária no campo da saúde.

Uma enorme quantidade de informações de saúde está sendo gerada em nível organizacional e individual, desde o diagnóstico médico e dados de imagem em medicamentos até a observação de informações sobre condicionamento físico. As ferramentas analíticas de big data produzem experiências confiáveis ​​e calculadas a partir desses volumes de informações em um período muito curto.

 

  1. O poder da IA ​​e da saúde digital

A inteligência artificial terá um grande papel na transformação digital da saúde. Na verdade, espera-se que o mercado de saúde de IA ultrapasse $ 34 bilhões até 2025.

 

No momento, a maioria dos pacientes provavelmente já interagiu ou ouviu falar de alguma forma de IA, como os chatbots que oferecem serviços de atendimento ao cliente a terapia. Mas o futuro da IA ​​está na medicina de precisão, genômica, descoberta de medicamentos e imagens médicas. Veja os tratamentos de câncer, por exemplo. Ao usar o reconhecimento de padrões da AI, os médicos podem prescrever planos de tratamento personalizados adaptados à composição genética e ao estilo de vida do paciente.

 

No geral, a IA global no mercado de diagnóstico de saúde foi avaliada em quase $ 3,7 bilhões em 2019, e deve chegar a quase $ 67 bilhões em 2027, e startups em todo o mundo já estão aproveitando a oportunidade para criar a próxima peça disruptiva de tecnologia de saúde.

 

  1. Aplicativos, wearables e soluções de automonitoramento

Os aplicativos de automonitoramento vêm em várias formas, mas uma que está tendo retornos promissores são os dispositivos vestíveis, um mercado que deve atingir mais de $ 27 milhões em 2023, ante $ 8 milhões em 2017. De sensores de frequência cardíaca e rastreadores de exercícios a medidores de suor para ajudar os diabéticos a monitorarem o nível de açúcar no sangue e os oxímetros que monitoram a quantidade de oxigênio no sangue para pacientes respiratórios, o mercado de vestíveis está capacitando as pessoas a cuidar de seus próprios cuidados de saúde.

 

  1. Impressão 3D

O futuro dos serviços médicos é observado de forma abrangente com a tecnologia de impressão 3D com a impressão do tecido corporal até os apêndices artificiais, veias, pílulas e alguns mais. As organizações estão entregando tecidos de pele com plaquetas que ajudam a suplantar a queimadura de pele e outros problemas relacionados à pele enfrentados pelos pacientes. Os medicamentos impressos a partir de avanços de impressão 3D têm sido usados ​​desde 2015 e são endossados ​​pelo FDA.

 

Como podemos nos preparar para um 2021 melhor?

Este ano nos ensinou que flexibilidade e adaptabilidade são fundamentais para garantir altos padrões de saúde. As ferramentas e serviços digitais que colocam os profissionais de saúde no centro de suas plataformas certamente crescerão em 2021, e estamos para desenvolver e garantir uma gestão digital cada vez mais completa e que atenda as necessidades das clínicas médicas. 

 

Quer Digitalizar a sua Clínica Médica? Entre em contato e solicite uma demonstração clique aqui.

Confira nosso webinar sobre LGPD na Saúde: Sua clínica está preparada? Acesse aqui

7 dicas para administradores de clínicas

Os custos crescentes de saúde, o advento da tecnologia em meio a pandemia, são itens que os administradores de clínicas precisam estar atentos e preparados para as mudanças. Hoje, muitos esforços em torno de resultados e segurança do paciente, eficiência e redução de custos devem estar em andamento e iniciativas de redesenho de cuidados estão sendo avaliadas para orientar futuras melhorias na qualidade da saúde. As dicas a seguir podem ajudá-lo em seus esforços na ótima gestão da sua clínica.

 

1) Analise seus dados e resultados

Como conhecido especialista em gestão, Peter Drucker, disse a famosa frase: “Se você não pode medir, você não pode gerenciá-lo.” Antes de começar a fazer melhorias ou propor novas demandas na sua clínica, primeiro você precisa saber quais oportunidades existem para melhorias e, em seguida, estabelecer os resultados básicos. Em seguida, examine as tendências e estatísticas da saúde, estudos de resultados e outras fontes de dados para identificar as principais áreas e departamentos que precisam de melhorias.

 

2) Estabeleça metas

Com base nas conclusões do item um, estabeleça metas concretas e mensuráveis ​​nas áreas que você identifica como mais necessidade de melhorias e comece um plano de ação. Estes devem ser precisos e de natureza quantitativa. O Instituto de Medicina (IOM) delineou cinco objetivos para gestores estarem sempre atentos e criarem suas estratégias de administração, que podem orientar as clínicas com metas de melhoria e crescimento contínuo. De acordo com o Instituto os pilares devem ser:

 

Eficiência: evite o uso excessivo de cuidados ineficazes e subutilização de cuidados eficazes.

Centrado no Paciente: honre o indivíduo e respeite sua escolha.

Qualidade no atendimento: reduza a espera dos pacientes e daqueles que prestam atendimento.

Gastos: reduza o desperdício.

Equitativo: elimine as lacunas raciais e étnicas nos centros de saúde.


WhatsApp na Saúde: benefícios e utilizações, saiba como utilizar

 

3) Crie uma equipe equilibrada

Uma equipe eficaz deve ser composta por membros com diferentes origens, habilidades e níveis de experiência variados. Segundo o Instituto, formar uma equipe equilibrada é uma das principais etapas do processo de gestão de uma clínica. A equipe deve incluir um líder sênior que possa aconselhar, supervisionar e defender a equipe; um especialista clínico que possui a formação necessária para tomar decisões clínicas; e um gerente de projeto que pode realizar as tarefas do dia a dia e manter a equipe no caminho certo.

 

4) Crie um plano executável

Para atingir seus objetivos de maneira oportuna e eficaz, você deve criar um plano de gestão alcançável. Isso inclui medidas específicas, protocolos para obter essas medidas e definições específicas para melhorias que serão obtidas de seu trabalho de definição de metas e análise de dados. Certifique-se de ter um sistema organizado para rastrear seus dados e medições. Você também pode conferir o nosso infográfico sobre os principais indicadores de gestão em saúde.

 

5) Comunicar objetivos e progresso

Assim que seu plano de gestão estiver em andamento, certifique-se de se comunicar com sua equipe e com a clínica em geral. Compartilhe marcos grandes e pequenos, bem como contratempos. Parabenize aqueles que contribuíram e causaram impacto em seu progresso. Seu plano tem mais chances de sucesso quando a equipe está envolvida.

Fluxo de caixa positivo: 4 dicas simples para ajudar na sua gestão

6) Pesquisar outras organizações e colaborar

Certos sites, como a ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, permite que consumidores e trabalhadores do setor de saúde visualizem dados e tendências na área da saúde. Analise os dados e veja quais organizações se destacam em uma área específica em que você deseja melhorar. Pesquise também nos sites oficiais no governo, onde diversos dados e materiais são disponibilizados para a melhoria das gestões em saúde.

 

7) Utilize ferramentas que facilitem o processo

Com tudo que um gestor precisa analisar e focar, contar com uma ferramenta de gestão que seja eficiente e completa, pode ajudar muito no processo de melhoria e crescimento da clínica. A tecnologia está ao nosso dispor para melhorar e ajudar no crescimento rápido das organizações da saúde. Desde agendamentos até o uso do BI (Business Intelligence) para a tomada correta das decisões, a partir de dados reais e atuais.

 

E você gestor, no que precisa melhorar a gestão da sua clínica médica? Quais os pontos precisam ser desenvolvidos? Com todas as informações em uma única plataforma, ter uma visão ampla da sua clínica com relatórios em tempo de real de gastos e dados gerais, permite que você foque na administração, na melhoria e no crescimento do seu negócio. Conte com a eMed para a gestão digital da sua clínica médica. Entre em contato e solicite uma demonstração no nosso sistema!

 

Leia também: LGPD: você está preparado?

 

Solicite sua Demonstração AGORA!

No Sistema de Gestão para Clínicas da eMed, você encontra soluções que unem gestão de serviços, produto e atendimento personalizado. Conheça por que somos o mais completo software de gestão médica do Brasil!


eMed Tecnologia - Todos os Direitos Reservados | Politica de Privacidade