Retenção de Pacientes: estratégias para a sua clínica

No cenário competitivo das clínicas e consultórios médicos, a retenção de pacientes desempenha um papel fundamental na sustentabilidade e no sucesso desses estabelecimentos de saúde. A capacidade de manter pacientes satisfeitos e engajados ao longo do tempo não apenas fortalece o relacionamento médico-paciente, mas também contribui para a reputação e o crescimento da clínica.

 

De acordo com dados do setor, a média de retenção de pacientes em clínicas e consultórios médicos varia entre 30% e 40% atualmente. Esse número destaca os desafios significativos enfrentados pelas instituições de saúde para manter os pacientes satisfeitos e engajados ao longo do tempo, em um ambiente onde a concorrência e as expectativas dos pacientes estão em constante evolução. É fundamental, portanto, implementar estratégias eficazes que não apenas abordam esses desafios, mas também valorizem a importância da experiência do paciente no contexto dos cuidados de saúde.

 

Desafios da Retenção de Pacientes

 

Os desafios na retenção de pacientes em clínicas e consultórios médicos podem ser variados e impactar diretamente no sucesso e na estabilidade desses estabelecimentos de saúde. Alguns dos principais desafios incluem:

 

  • Concorrência acirrada:

 

Em muitas áreas, a concorrência entre clínicas e consultórios médicos é alta, o que pode dificultar a fidelização dos pacientes. Os pacientes têm mais opções e podem buscar alternativas facilmente.

 

  • Expectativas dos Pacientes:

 

Os pacientes estão cada vez mais exigentes em relação aos serviços de saúde. Eles esperam um atendimento personalizado, eficiente e de qualidade. Quando essas expectativas não são atendidas, podem buscar outras opções.

 

Leia aqui: Prontuário Eletrônico na Gestão Médica

 

  • Comunicação Ineficaz:

 

A falta de uma comunicação eficaz entre a clínica e os pacientes pode levar à insatisfação e à perda de pacientes. Problemas como falta de retorno de chamadas, dificuldade em marcar consultas ou obter informações, podem afastar os pacientes.

 

 

Longos períodos de espera para agendar consultas ou para serem atendidos no dia da consulta podem ser frustrantes para os pacientes. Uma gestão inadequada dos horários e agendamentos pode impactar negativamente na experiência do paciente.

 

  • Falhas na Prestação de Serviços:

 

Erros médicos, falta de acompanhamento pós-consulta, ou dificuldade em resolver problemas de forma eficiente são exemplos de falhas na prestação de serviços que podem levar à insatisfação e à perda de pacientes.

 

  • Desconhecimento sobre Benefícios e Tratamentos:

 

Pacientes podem deixar de retornar à clínica se não compreenderem totalmente os benefícios dos tratamentos ou procedimentos recomendados. A falta de educação ou esclarecimento sobre os serviços oferecidos pode resultar na perda de pacientes.

 

  • Má Experiência do Paciente:

 

Uma experiência geral negativa, seja devido ao atendimento impessoal, instalações inadequadas ou falta de empatia por parte da equipe médica, pode levar os pacientes a buscar outras opções de cuidados de saúde.

 

  • Falta de Follow-up Adequado:

 

Não realizar o acompanhamento adequado dos pacientes após as consultas, exames ou procedimentos pode fazer com que os pacientes se sintam negligenciados e procurem outras clínicas que ofereçam um cuidado mais abrangente.

 

Esses são apenas alguns dos desafios comuns na retenção de pacientes em clínicas e consultórios médicos. Abordar essas questões de forma eficaz é essencial para construir relacionamentos duradouros com os pacientes e garantir o sucesso sustentável da prática médica.

 

Leia aqui: Dados Médicos na Transformação da Assistência à Saúde

 

Estratégias para Aumentar a Retenção

 

Para aumentar a retenção de pacientes em clínicas e consultórios médicos, é essencial implementar estratégias eficazes que melhorem a experiência do paciente e fortaleçam o relacionamento entre a equipe médica e os pacientes. Aqui estão algumas das melhores estratégias:

 

  • Atendimento personalizado e empático:

 

Ofereça um atendimento personalizado e empático, demonstrando interesse genuíno pelo bem-estar e pela saúde do paciente. Conheça os pacientes pelo nome, ouça suas preocupações e demonstre empatia durante as consultas.

 

  • Comunicação clara e eficaz:

 

Mantenha uma comunicação clara e eficaz com os pacientes. Explique os procedimentos, tratamentos e cuidados de forma compreensível, evitando jargões médicos complexos. Esteja disponível para responder dúvidas e fornecer informações adicionais.

 

  • Agendamento e gestão de espera eficientes:

 

Melhore o sistema de agendamento para reduzir os tempos de espera e evitar atrasos nas consultas. Mantenha os pacientes informados sobre qualquer atraso e demonstre respeito pelo tempo deles.

 

  • Follow-up adequado:

 

Realize um follow-up adequado após consultas, exames ou procedimentos. Entre em contato para verificar o progresso do paciente, oferecer orientações adicionais e lembrar de agendamentos futuros.

 

  • Programas de fidelização e benefícios:

 

Implemente programas de fidelização e benefícios para os pacientes regulares. Ofereça descontos em consultas de retorno, exames ou tratamentos adicionais para incentivar a continuidade do cuidado na sua clínica.

 

  • Feedback e melhoria contínua:

 

Solicite feedback regular dos pacientes sobre sua experiência na clínica. Use essas informações para identificar áreas de melhoria e implementar mudanças positivas que atendam às necessidades dos pacientes.

 

  • Tecnologia e inovação:

 

Utilize tecnologia e inovação para facilitar a comunicação e o acesso dos pacientes aos serviços. Por exemplo, implemente sistemas de agendamento online, telemedicina ou integre o uso de aplicativos de mensagens como o WhatsApp para oferecer suporte remoto.

Implementar essas estratégias de forma consistente e focada no paciente pode ajudar a fortalecer o relacionamento entre a clínica e os pacientes, aumentando a retenção e contribuindo para o sucesso do estabelecimento médico.

 

Leia aqui: A Importância do Software de Gestão para Clínicas e Consultórios Médicos

 

Soluções Tecnológicas para Aumentar a Retenção de Paciente

 

Para aumentar a retenção de pacientes em clínicas e consultórios médicos, algumas das melhores soluções tecnológicas incluem o uso de software de gestão médica e a integração com a plataforma do WhatsApp. Essas tecnologias podem melhorar a experiência do paciente e otimizar a comunicação entre a clínica e os pacientes. Aqui estão as soluções específicas:

 

Software de Gestão Médica

 

Implemente um software de gestão médica que permita o gerenciamento eficiente dos pacientes, agendamentos, registros médicos, faturamento e outros processos administrativos. Escolha um sistema que ofereça uma interface amigável, permitindo acesso fácil às informações necessárias durante as consultas e procedimentos. Além de otimizar a rotina da clínica ou consultório, um software de gestão médica beneficia diretamente os pacientes ao:

 

  • Agilizar atendimentos: Reduzindo o tempo de espera e proporcionando consultas mais ágeis e eficazes.
  • Melhorar o atendimento: Facilitando o acesso aos registros médicos e informações relevantes, permitindo uma abordagem mais personalizada e precisa durante as consultas.
  • Aumentar a segurança dos dados: Garantindo a confidencialidade e integridade das informações dos pacientes, protegendo seus registros médicos de acessos não autorizados.
  • Facilitar o agendamento: Oferecendo opções de agendamento online ou via aplicativo, permitindo que os pacientes marquem consultas de forma rápida e conveniente.
  • Enviar resultados e prescrições digitalmente: Permitindo o envio de resultados de exames e prescrições diretamente para os smartphones dos pacientes, facilitando o acesso aos cuidados médicos e medicamentos.

 

Plataforma do WhatsApp

 

Para aumentar a eficiência da sua clínica e fortalecer o relacionamento com os pacientes, uma das soluções tecnológicas mais importantes é a integração do WhatsApp com o sistema de gestão médica. Essa integração oferece benefícios significativos tanto para a clínica quanto para os pacientes.

 

Ao integrar o WhatsApp ao seu software de gestão, você pode proporcionar uma experiência mais personalizada e conveniente para os pacientes. Veja como isso pode beneficiar sua clínica:

 

  • Comunicação instantânea: Utilizando recursos como o Chatbot do WhatsApp, os pacientes podem agendar consultas, receber lembretes de horários e até mesmo obter resultados de exames diretamente pelo aplicativo. Isso agiliza o processo de comunicação e melhora a experiência do paciente.
  • Facilidade de agendamento: A marcação de consultas via WhatsApp é mais acessível e conveniente para os pacientes. Eles podem agendar consultas a qualquer hora do dia, sem a necessidade de ligar para a clínica, o que aumenta a taxa de agendamentos e reduz o risco de faltas.
  • Confirmação automática de consultas: A integração com o WhatsApp permite automatizar a confirmação de consultas, reduzindo as taxas de faltas e melhorando a eficiência operacional da clínica. Os pacientes recebem lembretes automáticos e podem confirmar sua presença com apenas uma mensagem. 
  • Acesso rápido a informações: Os pacientes podem acessar facilmente seus resultados de exames, orientações pós-consulta e outras informações importantes por meio do WhatsApp integrado ao sistema de gestão. Isso proporciona maior transparência e agilidade no atendimento.

 

Leia aqui: Principais desafios na gestão de consultórios médicos e como superar

 

Ao adotar uma abordagem centrada no paciente, que prioriza o atendimento personalizado, a comunicação eficaz, a gestão eficiente de agendamentos e o acompanhamento pós-consulta, as clínicas podem diferenciar-se positivamente em um mercado competitivo. Além disso, o uso inteligente da tecnologia, como softwares de gestão médica e a integração com o WhatsApp, amplia as possibilidades de oferecer serviços mais ágeis, acessíveis e convenientes aos pacientes.

 

Nesse sentido, investir em estratégias de retenção de pacientes não apenas contribui para a estabilidade financeira da clínica, mas também para a construção de relacionamentos duradouros baseados na confiança mútua e na excelência dos cuidados de saúde. Essa abordagem integrada, combinando o melhor da prática médica com a inovação tecnológica, posiciona as clínicas e consultórios médicos no caminho para o crescimento sustentável e a excelência no atendimento.

 

Por meio da implementação consistente dessas estratégias, as clínicas e consultórios médicos podem transformar os desafios da retenção de pacientes em oportunidades tangíveis de crescimento e diferenciação no mercado de saúde atual.

 

Nossa plataforma oferece uma variedade de recursos projetados para simplificar o processo de agendamento, desde a marcação online de consultas até lembretes automáticos e integração com calendários digitais. Com o eMed, você terá acesso a uma ferramenta poderosa que otimiza sua agenda, reduzindo não comparecimentos, melhorando a comunicação com os pacientes e aumentando a eficiência da equipe.

 

Aproveite hoje mesmo a oportunidade de simplificar o agendamento e elevar o nível de atendimento oferecido aos seus pacientes. Solicite uma demonstração gratuita do software de gestão eMed e descubra como podemos ajudar sua clínica a alcançar todo o seu potencial.

 

Inteligência Artificial na área de saúde: como as clínicas médicas podem usar a IA?

A Inteligência Artificial (IA) tem se mostrado uma ferramenta cada vez mais importante e útil na área médica.

 

A tecnologia pode ajudar os médicos e os demais profissionais da saúde a melhorar o diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças, além de permitir que a pesquisa médica avance mais rapidamente.

 

A IA pode ser usada para analisar grandes quantidades de dados de pacientes. Essa tecnologia também pode ajudar a personalizar o tratamento para cada paciente, levando em conta suas características individuais e genéticas.

 

Para entender melhor sobre essa tecnologia, no post de hoje vamos abordar a importância da inteligência artificial na área médica e como essa tecnologia pode facilitar a gestão das clínicas médicas.

 

 

O que é Inteligência Artificial

 

Inteligência Artificial (IA) é um campo da ciência da computação que busca criar sistemas que podem realizar tarefas que, normalmente, exigiriam inteligência humana para serem executadas. Esses sistemas são desenvolvidos para aprender com dados e experiências, além de serem capazes de tomar decisões e realizar ações com base nessas informações (Fonte: Tecnoblog).

 

 

Quais são os benefícios da Inteligência Artificial na área médica?

 

A Inteligência Artificial está transformando muitas áreas da vida, incluindo a Medicina. Como vimos, a tecnologia está sendo utilizada em várias aplicações na área médica, desde o diagnóstico até a prevenção e tratamento de doenças. 

 

 

Veja alguns dos principais benefícios da IA na Medicina:

 

Diagnóstico mais preciso

A IA pode ajudar a identificar padrões em grandes quantidades de dados de pacientes, permitindo que os médicos façam diagnósticos mais precisos e rápidos. 

Algoritmos de Inteligência Artificial também podem ser usados para analisar imagens médicas, como radiografias e tomografias, para detectar sinais de doenças ou anomalias.

 

Tratamentos personalizados

Com a ajuda da IA, os médicos podem desenvolver tratamentos personalizados para seus pacientes com base em seus dados médicos e genéticos. Isso pode levar a um tratamento mais eficaz e resultados mais efetivos para o paciente.

 

Redução de erros médicos

A Inteligência Artificial pode ajudar a reduzir erros médicos, como diagnósticos incorretos e erros de prescrição, através da análise de dados e detecção de anomalias.

 

Eficiência operacional

A IA pode ajudar a aumentar a eficiência operacional em hospitais e clínicas, através da automação de tarefas, como triagem de pacientes, agendamento de consultas e monitoramento de pacientes.

 

Pesquisa médica

A Inteligência Artificial pode ser usada para analisar grandes quantidades de dados médicos e de pesquisa, ajudando a identificar novas formas de prevenção e tratamento de doenças.

 

 

Decisões mais assertivas com a Inteligência Artificial para Clínicas Médicas


Veja algumas maneiras pelas quais a IA pode ser usada como suporte à decisão clínica nas clínicas médicas:

 

  • Diagnóstico assistido por computador: A Inteligência Artificial pode ajudar a analisar dados médicos, como imagens de exames médicos e testes laboratoriais, para identificar padrões e sinais que possam indicar uma doença ou condição. Isso pode ajudar os médicos a fazerem um diagnóstico mais preciso e rápido.

 

 

  • Monitoramento de pacientes: A IA pode ser usada para monitorar os sinais vitais dos pacientes e alertar aos médicos caso haja alguma anomalia. Isso pode ajudar a detectar problemas de saúde mais cedo e tomar medidas preventivas.

 

 

  • Recomendações de tratamento: A Inteligência Artificial pode analisar dados médicos e recomendar tratamentos personalizados com base nas características individuais do paciente. Isso pode ajudar os médicos a escolherem o tratamento mais eficaz e seguro para seus pacientes.

 

 

  • Previsão de resultados: A IA pode ser usada para prever os resultados dos tratamentos e identificar quais pacientes têm maior probabilidade de desenvolver complicações. Isso pode ajudar os médicos a tomarem decisões informadas sobre o tratamento e gerenciar o risco de complicações.

 

 

Com a implementação adequada, a Inteligência Artificial pode ajudar a melhorar a qualidade de vida dos pacientes e transformar a forma como a medicina é praticada, inclusive nas clínicas médicas. 

 

 

O melhor software de gestão médica com dados em tempo real

 

 

A eMed é uma empresa especialista em gestão médica com sistema inteligente, seguro e completo, fornecendo produtividade, organização, agilidade e mobilidade para a sua clínica. Trabalhamos com alta tecnologia no sistema de gestão médica.

 

Conheça as vantagens de um software de gestão médica especializado e personalizado para a sua clínica ou para o seu consultório. Fale agora mesmo com o nosso time e solicite a sua Demonstração Gratuita.

7 passos para melhorar a experiência do paciente

Todo paciente – independentemente da hora do dia ou da especialidade que ele procura – precisa ter uma experiência de alta qualidade. Melhorar a experiência do paciente e garantir sua consistência envolve reduzir a variabilidade entre clínicas e médicos. Para isso, existem sete passos essenciais que você pode estar agregando a sua clínica médica para melhorar a experiência do seu paciente.

 

Para atingir com êxito esse objetivo, você precisa ter a adesão de toda a equipe clínica – um esforço liderado pelo gestor para médicos, secretárias e equipe de saúde, para ajudar todos a realmente entender e aceitar a missão e o propósito de fornecer uma experiência de alta qualidade ao paciente.

 

Como a análise de dados de saúde pode melhorar as finanças da clínica médica

 

Usar as análises do mercado para estimular o suporte organizacional para definir um modelo de comunicação médico-paciente é um grande primeiro passo. No entanto, construir um padrão de treinamento baseado em evidências que melhore os resultados e mantenha o apoio clínico é o próximo passo crítico. Para delinear uma estratégia e construir um programa de treinamento em comunicação médico-paciente que siga um critério específico, analise os pontos abaixo:

 

  • Baseado em evidências, na medida do possível
  • Sistemático e escalável em grandes organizações
  • Orientado por médicos e específico para cuidados de saúde
  • Sustentável e objetivo
  • Baseado em resultados, na medida do possível

 

Passos essenciais para melhorar a experiência do paciente

 

Vantagens do Prontuário Eletrônico

 

Com base nos parâmetros citados acima, as etapas abaixo descrevem as práticas críticas necessárias para fornecer a consistência e as ferramentas que os médicos podem usar para melhorar sua comunicação com os pacientes.

 

Passo 1 – O que os pacientes querem?

 

Antes de podermos desenvolver um sistema para impactar a experiência do paciente, primeiro precisamos entender o que os pacientes querem de sua experiência. Em um estudo recente, Finefrock et al. descrevem um subconjunto de comportamentos de comunicação centrados no paciente correlacionados com pontuações mais altas de satisfação do paciente. Com base nesse feedback, podemos definir as fases do encontro com o paciente e promover as melhores práticas em cada uma.

 

Etapa 2 – Avaliação inicial

 

É importante obter uma avaliação básica de como seus médicos interagem atualmente com os pacientes antes de entrar em um programa de treinamento. A realização de uma avaliação inicial de desempenho permite medir o quão bem o conhecimento é aplicado na consulta e como cada clínico individual está melhorando.

 

13 Melhores KPIs e métricas de saúde

 

Etapa 3 – Treinamento on-line

 

Implante um programa de treinamento online para ensinar as melhores práticas definidas acima, assim cada pessoa da equipe poderá gerenciar o seu aprendizado, conforme sua disponibilidade de horários. Um treinamento eficaz deve ser baseado em vídeo e enraizado nos principais conceitos de aprendizagem de adultos para manter os alunos envolvidos e interessados.

 

A educação para funcionários da área de saúde concentra-se nos princípios de atendimento ao cliente relacionados à saúde. Quão bem eles atendem o telefone, seja da equipe da clínica ou de um paciente? Como os pacientes são recebidos?

 

Idealmente, o treinamento deve ser aplicado para todos os funcionários da clínica e do consultório que têm potencial para impactar a experiência do paciente, incluindo médicos, profissionais de nível médio, enfermeiros e outros funcionários da área de saúde, tanto na clínica quanto no consultório.

 

Software Médico para Análise de Dados

 

Etapa 4 – Reavaliação em relação à Lista de Melhores Práticas

 

Quão bem seus médicos estão aplicando suas novas habilidades de comunicação durante a consulta? Implante uma avaliação observacional após o treinamento para medir melhorias de desempenho e oportunidades de melhoria.

 

Etapa 5 – Plano de Ação Objetivo

 

Com base em quão bem os comportamentos são executados na reavaliação, a gerência pode elaborar um plano de ação objetivo para orientar a estratégia de melhoria do desempenho de cada profissional. Dê exemplos do que alguém está fazendo bem e onde pode melhorar.

 

Os médicos tendem a ser competitivos e se relacionam com medidas objetivas comparando seu desempenho com outros na mesma função. O gestor pode usar estrategicamente métricas de relatórios para identificar o desempenho de cada médico em práticas específicas. Por exemplo, um médico que nunca sorri e faz contato visual está tendo um desempenho ruim nessa medida em relação aos colegas. Isso chama a atenção de um médico e, consequentemente, pode gerar a mudança.

 

Sistema para Clínicas gera eficiência?

 

Etapa 6 – Reavaliar anualmente

 

Forneça uma revisão de treinamento a cada ano e uma reavaliação para avaliar as melhorias.

 

Passo 7 – Comemore os Sucessos

 

Compartilhe melhorias departamentais ou individuais e boas críticas com a equipe periodicamente em reuniões para manter a equipe engajada e motivada.

 

Sistema Financeiro Para Médicos

 

Ao avaliar se você pode criar seu próprio programa para melhorar a experiência do paciente, use os seguintes critérios baseados em evidências:

 

  • O programa deve ser escalável e reproduzível em uma grande organização.
  • Inclua uma avaliação de desempenho contínua por meio de uma avaliação de desempenho observacional.
  • Crie um plano de ação objetivo com base no desempenho pessoal.
  • Use uma avaliação baseada em resultados para gerar melhorias mensuráveis.

 

É impossível criar uma experiência de alta qualidade para o paciente sem criar uma base que se concentre em um modelo consistente de comunicação médico-paciente – que crie uma ótima primeira impressão, gerencie as expectativas e comunique claramente na consulta. Um programa projetado dessa maneira reduz a variabilidade na experiência do paciente em sua organização de saúde.

 

Planejamento Tributário para Clínica Médica

O planejamento tributário é fundamental para uma boa gestão financeira de qualquer negócio empresarial e não poderia ser diferente no caso de clínicas médicas e profissionais da área da saúde. Como os custos tributários ocupam destacada posição nas contas a pagar de toda empresa, quem não quer reduzir esses e pagar menos impostos em sua clínica médica?

 

O tema central é fazer você entender, como o planejamento tributário para clínicas médicas pode reduzir seus pagamentos de impostos e, melhor ainda, de forma segura sem riscos futuros.

 

Tendências do Mercado Digital na Saúde em 2022

 

Apesar da busca na redução da carga tributária, uma boa gestão da clínica médica também pode colocar dinheiro no caixa. A gestão tributária consiste em uma série de ações que uma empresa deve desempenhar na hora de organizar e planejar o recolhimento de tributos, mas com objetivos estratégicos para a organização. Confira a seguir:

 

Como funciona o Planejamento Tributário

 

O planejamento tributário é simplesmente uma forma de reduzir os impostos de forma legal para clínicas médicas e consultórios. Para fazer esse planejamento, precisamos de todas as informações da empresa tais como:

 

1 – Faturamento mensal

2 – Relação de despesas operacionais (incluindo trabalhista) e principalmente entender da atividade da clínica e seus respectivos códigos de serviços

3 – A estrutura societária também precisa fazer parte do planejamento 

 

O regime tributário mais adequado para a sua clínica

 

O regime tributário é o conjunto de leis que definirão quais tributos sua clínica pagará ao governo. Ou seja, a escolha certa previne problemas e evita que a empresa pague mais do que precisa aos cofres públicos. Consequentemente faz a empresa economizar, revertendo o orçamento para outras áreas da clínica. Entenda quais as opções disponíveis.

 

10 aplicativos para médicos

 

  • EIRELI Pessoa Física

 

A sigla EIRELI significa Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Este tipo de regime é uma categoria empresarial com apenas uma pessoa com responsabilidade limitada sobre o empreendimento. Com a EIRELI, é possível separar patrimônio empresarial do privado. Dessa forma, é possível que o empreendedor responda limitadamente ao capital social. 

 

A categoria requer um capital mínimo de 100 vezes o valor do salário mínimo no momento em que a empresa for registrada e o faturamento anual estipulado deve ser de até 4,8 milhões.

 

  • Simples Nacional Pessoa Jurídica

 

A categoria do Simples Nacional é indicado para microempresas e empresas de pequeno porte com receita bruta de até R$ 3,6 milhões anuais. O regime oferece alíquotas menores e simplicidade da agenda tributária, facilitando o controle. 

 

  • Lucro Real Pessoa Jurídica

 

Gerenciamento centralizado de dados clínicos

 

O Lucro Real é o regime tributário mais amplo, podendo ser utilizado por qualquer pessoa jurídica com faturamento superior a R$ 78 milhões. Neste caso, o cálculo de impostos de acordo com o lucro real é feito com base no lucro contábil, formado pelo lucro líquido menos as adições, exclusões e compensações fiscais.

 

Ou seja, em caso de prejuízo, não há imposto de renda a ser pago. A adesão a este regime também impõe à empresa uma série de obrigações como, fazer inventário e o Demonstrativo de resultado do Exercício (DRE), além de outros documentos que declaram o lucro apurado exigido pela Receita Federal.

 

  • Lucro Presumido Pessoa Jurídica

 

Com o regime tributário Lucro Presumido, a tributação é calculada tendo como referência o lucro verdadeiro da empresa, mas que varia conforme a atividade desenvolvida, variando entre 1,6% e 32% da receita. No entanto, o faturamento anual deve ser igual ou inferior a R$ 78 milhões.

 

Esta categoria é indicada para empresas cuja margem de lucro é maior do que a presunção, assim como para aquelas que têm poucos custos operacionais e com folha de pagamento. 

 

É fundamental que antes de escolher pelo Lucro Presumido, a empresa avalie sua lucratividade, pois, se o percentual for superior ao do Lucro Real, esta pode não ser a melhor categoria para se enquadrar.

 

O Impacto da Transformação Digital na Saúde

 

Conheça a Tributação da área da saúde

 

Certamente, é muito importante que o prestador de serviço que pretende registrar seu consultório médico converse com um contador para entender como funciona a tributação para a área médica. Juntos podem avaliar e definir se a melhor opção de tributação é por pessoa física ou pessoa jurídica. 

 

Se optar pela segunda, também deve definir qual será a modalidade escolhida.

 


Conheça quais são os principais tributos obrigatórios para a área médica:

 

  • ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza): veio para substituir o antigo ISSQN. Trata-se de um imposto de competência dos municípios e Distrito Federal que incide sobre a prestação de serviços. O tributo é pago pelas empresas prestadoras de serviços e profissionais autônomos.

 

  • IRPJ — Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica: trata-se do imposto cobrado e específico para empresas com cadastros jurídicos. Esta é uma das principais fontes de arrecadação do governo federal. Todas as empresas devem declarar esse imposto, incluindo as individuais e não formais.

 

  • IRPF — Imposto de Renda sobre Pessoa Física: este imposto pode substituir o IRPJ, dependendo do regime tributário que o dono da clínica escolher. Em síntese, trata-se do imposto cobrado de pessoa física. 

 

  • CLSS — Contribuição Social sobre o Lucro Líquido para as clínicas registradas por Pessoa Jurídica: é um tributo federal que incide sobre todas as Pessoas Jurídicas (PJ) domiciliadas no Brasil. Seu objetivo é o de apoiar financeiramente a Seguridade Social.

 

  • COFINS — Contribuição para Financiamento da Seguridade Social: é um tributo federal que incide sobre a receita bruta das empresas e pessoas jurídicas. Também tem como objetivo financiar o sistema de seguridade social brasileiro.

 

  • PIS — Programa de Integração Social: o PIS é uma contribuição social recolhida pelas empresas do setor privado que são transformadas em benefícios para os trabalhadores.

 

  • INSS — Instituto Nacional do Seguro Social: este é o imposto responsável pelos pagamentos dos aposentados e demais benefícios da Previdência Social.

 

Pesquisa de satisfação do paciente

 

Podemos perceber que existem vários fatores quando falamos de planejamento tributário para consultórios e clínicas médicas. Porém, quando você investe em um sistema de gestão que permite centralizar todas as informações, tudo fica mais claro e fácil de administrar.

 

Para que você possa focar no que realmente importa – seu paciente – entre em contato e solicite uma demonstração do melhor software de gestão médica do país. Entre em contato com o time de especialistas da eMed.

 

Fale com um de nossos consultores AGORA!

No Sistema de Gestão para Clínicas da eMed, você encontra soluções que unem gestão de serviços, produto e atendimento personalizado. Conheça por que somos o mais completo software de gestão médica do Brasil!


eMed Tecnologia - Todos os Direitos Reservados | Politica de Privacidade